Pesquisadores encontram túneis subterrâneos sob uma pirâmide mexicana

27/07/2016 10:47

Pesquisadores do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do México descobriram um conjunto de 'túneis' que conduzem ao 'submundo' abaixo de uma antiga pirâmide no México.

 
O Grande Templo das Inscrições. Zona Arqueológica de Palenque.
 
 
 
De acordo com o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do México, os pesquisadores se depararam com um "sistema hidráulico" localizado sob o suposto túmulo do rei Pakal II em Palenque.
 
Segundo relatos, o sistema de túneis subterrâneos se interligam um com o outro, eles são feitos totalmente de pedra e tem cerca de 40 á 60 centímetros de largura e altura.
 
No Templo das Inscrições, onde o rei de Palenque; Pakal o Grande foi sepultado, uma gravura indica que : "A fim de ser recebido no submundo, é preciso mergulhar na água do Deus 'Chaac'."
 
Imagens dos tuneis encontrados
 
O diretor do projeto arqueológico, Arnoldo Gonzalez Cruz disse que com a recente descoberta do sistema de túneis localizados no subsolo, abaixo da câmara onde rei Pakal II foi enterrado, a metáfora pode ter uma interpretação muito mais sofisticada e dar novos dados sobre a construção e utilização da grande pirâmide localizada no México.
 
Os pesquisadores explicam que a complexa rede de canais construídos foram organizados em diferentes níveis e orientações, foram planejadas e projetadas muito antes da pirâmide em questão.
 
Veja essa pequena reportagem de aproximadamente 3 minutos onde mostra a rede de tuneis e explica mais detalhadamente sobre 
 
"A presença desses canais é bastante importante e muito significativo", disse González Cruz.
 
Na verdade, a descoberta do chamado sistema hidráulico é tão importante que retoma a teoria original sobre a construção e efeito da pirâmide.
 
Muita atenção tem sido dada ao sarcófago de "pedra esculpida" em que o Rei Pakal foi enterrado, que muitos acreditam descrever o governante Maya sentado no que parece ser uma nave espacial levantando para as estrelas.
 
No entanto, Gonzalez diz que as esculturas de pedra encontradas na sepultura querem dizer que um deus "irá guiar os mortos para o submundo, submergindo dentro da água de modo que serão recebidos lá."
 
Os teóricos do antigo astronauta propoem que descreve claramente o rei Pacal em algum tipo de nave espacial durante a decolagem, e eles argumentam que suas mãos parecem estar manipulando algum tipo de maquinaria.
 
 
O sarcófago do Rei Pacal ou mais comumente conhecido como Rei Pakal é um dos mais falados quando o assunto se trata da teoria do alienígena antigo. A tampa do sarcófago desses grandes governadores maias tem algumas representações muito curiosas.
 
Autor suíço Erich Von Daniken sugeriu em seu livro (1968) "Carruagem dos Deuses" que a curiosa tampa do sarcófago do governante Maya antigo assemelhasse a um astronauta sentado dentro de uma nave espacial.
 
No entanto, os especialistas tradicionais discordam e sugerem que as alegadas chamas retratadas na tampa do sarcófago são, na verdade, antigas representações maias da "Árvore da palavra" ou "Árvore da Vida", cujas raízes disse conseguir chegar ao submundo.