O Planeta 9 poderia destruir a Terra?

02/05/2016 14:53

Uma notícia perturbadora sobre a possibilidade da Terra ser destruída por um novo planeta começou a circular pelos meios de comunicação de todo o mundo.

 
 
 
 
Segundo o jornal The New York Post, a órbita do Planeta 9  poderia impulsionar asteroides e cometas em nossa direção, causando destruição total.  Mas será que o corpo celeste teria mesmo potencial para causar esse estrago? 
 
Segundo os astrônomos Konstantin Batygin e Mike Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, a informação divulgada pelo jornal está cheia de equívocos. Em primeiro lugar, o diário diz que a existência do corpo celeste está comprovada. Mas, na verdade, os cientistas se limitam a especular sobre a existência do planeta tendo como base as estranhas órbitas de seis pequenos objetos no Cinturão de Kuiper, o conjunto de corpos gelados situado além de Netuno.  
 
Caso realmente exista, o Planeta 9 tem uma massa 10 vezes maior que a da Terra e órbita 600 vezes mais distante do Sol que nosso planeta. Mike Brown assegura que não há nada o que temer sobre o suposto potencial destruidor do corpo celeste. Por meio de sua conta de Twitter, o cientista ainda atacou a notícia do jornal, descrevendo o texto como "idiota". 
 
O mais provável é que tudo não tenha passado de um erro jornalístico. A publicação teria feito confusão com informações sobre um estudo de Daniel Whitmire,  de Ciências Matemáticas da Universidade de Arkansas, sobre extinções em massa que teriam ocorrido na Terra no passado remoto. Essa destruição teria sido provocada pela chuva de cometas provenientes do chamado Planeta X, um outro corpo celeste. O especialista sugeriu que esse fenômeno pode se repetir a cada 27 milhões de anos.