O mistério do Vulcão Iztaccihuatl (Baseado em um documentário da History Channel)

23/06/2015 13:31
 

 Vulcão Iztaccihuatl, México, em 12 de Dezembro de 2012, Arthur Sarabia acompanhado de uma equipe de resgate, e estudiosos do fenômeno "ÓVNI" resolveram escalar o Vulcão Iztaccihuatl, para estudar uma das áreas com mais ocorrências de aparições na região .

 

 A equipe tinha que subir mais de 4 000 metros, o frio, e a falta de oxigênio seriam seus maiores desafios. Eles avançavam em caminho a uma aventura a qual não estavam preparados .

 

 Afim de monitorar o Iztaccihuatl, a equipe estava ansiosa para captar qualquer objeto desconhecido sobrevoando o vulcão. Já que era uma área ativa em questão a aparições de Ufos. Eles tinham um vídeo de um enorme cilindro sobrevoando aquela área como prova dos fenômenos.

 A equipe estava preparada para tudo , junto com um grupo de resgate de São Rafael, dificilmente algo daria errado .
 
 
 O inicio da aventura começou bem tarde, sendo uma caminhada de mais ou menos 2 horas, que foi extremamente desgastante para todos que estavam a caminho do Vulcão Iztaccihuatl . Após um tempo eles finalmente chegam ao ponto que instalariam o acampamento, e começam a montar a fogueira para se proteger do frio e levantar as barracas .
 
 
 Após 15 minutos as barracas se cobriram totalmente de neve pelo frio extremo, e nisso resolvem esquentar água para fazer café . Com as baixas temperaturas, todos ficam bem perto da fogueira, mas o calor do fogo não iria protege-los do que estava prestes a acontecer. 
 A equipe já estava pronto para descansar quando começam a avistar uma luz, que se assemelhava á de uma lanterna bem forte entre as arvores . Eles concluíram que poderia ser outra equipe de alpinistas acampando nas localidades .....
 
 
 Arquivo original abaixo
 
 Todos começaram a achar aquelas luzes estranhas, já que a equipe de resgate não tinha registro de nenhuma outra equipe no vulcão naquela noite .
 Pouco tempo depois as luzes que haviam aparecido começam a mostrar um comportamento estranho. Elas acendiam e apagavam, e ficaram nessa sequencia por um bom tempo , como se estivesse fazendo sinais para os especialistas que observavam o evento. 
 Foi então que todos no grupo pegaram suas lanternas, e começaram a mandar sinais em direção das luzes que haviam aparecido, e aparentemente essas luzes pareciam responder aos sinais dos especialistas . 
 Como o fenômeno misterioso não desapareceu, todos quiseram ir ver de perto do que se tratava aquilo, foi então que eles pegaram as câmeras infravermelhas e suas lanternas e se dirigiram ao local .
 Quando os especialistas chegaram perto, eles perceberam que as luzes que inicialmente eram brancas, ficaram de cor vermelha de um tom muito forte . 
 Decididos a descobrir o que estava acontecendo, o grupo se aproximou o máximo que pode de onde elas estavam emanando . E ao finalmente chegarem no local, as luzes se apagaram e não puderam ver absolutamente mais nada .
 
 
 A equipe resolve se dividir em 2 grupos, na tentativa de aumentar a possibilidade de encontrar o fenômeno novamente . Após investigarem as redondezas eles se reencontra, e não acha nenhum vestígio de outras pessoas que pudessem estar no local (pegadas, marcas no solo, etc) criando os sinais que haviam visto. 
 Sem nenhuma resposta logica para as luzes, eles resolvem voltar ao acampamento já que o frio estava cada vez pior . Mas ao voltarem algo estranho estava acontecendo .
  As câmeras foram colocadas ao redor do acampamento caso alguma coisa aparecesse, e durante uma discussão em grupo um barulho é ouvido por todos que estavam ali . 
 Sons parecidos com os de tambores começavam a ecoar no meio da floresta .
 O mais surpreendente é que eles estavam a 4 000 metros de altitude em um vulcão sem um sinal de uma fonte real de onde o som poderia estar sendo emitido . Os sons começavam a ficar cada vez mais altos, deixando a todos surpresos e assustados , mas algo ainda mais bizarro estava prestes a ocorrer . 
 Um estranho fenômeno físico trava os equipamentos da equipe , as bússolas do grupo ficaram malucas, e os dispositivos digitais também começaram a parar, aparentemente causado por uma interferência eletromagnética na área . 
 
 
 Todos os membros e profissionais no local que foram até lá para registrar o fenomeno OVNI estavam numa especie de panico, assustados com o que estavam passando naquele momento.
  O grupo resolve cada um pegar uma câmera e ir em direção as arvores, no intuito de encontrar a fonte dos misteriosos sons que eles estavam ouvindo, entrando numa área mais fechada e escura da floresta . 
 Após 25 minutos tentando capitar o som, afim de encontrar uma explicação possível para aqueles eventos , o grupo se reúne no acampamento novamente, após os barulhos de tambores finalmente parar.
 Nervosos eles guardaram vigília até o sol nascer, mas o que eles não sabiam era que mesmo com a luz do dia , algo inexplicável ainda iria acontecer . Um objeto não identificado passou por cima das arvores, chamando atenção da equipe, e alguns minutos depois outro objeto também aparece surpreendendo a todos que estavam no local. 
   
 
 Por sorte o segundo objeto foi gravado em vídeo . E após eles conseguirem documentar todas as provas, e todos esses sinais, o grupo resolve abandonar o local .
 
 
 Tudo que se sabe é que muitas coisas estranhas ainda acontecem no vulcão Iztaccihuatl , mas desta vez existe provas em vídeo reais para mostrar que realmente existe um grande mistério que ronda o local. A equipe feliz com as documentações pretende ainda voltar ao vulcão para documentar ainda mais provas que não estamos sozinhos .
 
(videos reais você pode conferir aos "04:51" - "06:43" - "17:36"  aqui )