'O Big Bang foi apenas uma miragem' afirma novo estudo

05/11/2015 15:26

o big bang nunca existiu?

 

"Como todos os físicos sabem, dragões poderiam voar pra fora da singularidade", disse Niayesh Afshordi, astrofísico do Instituto Perimeter de Física Teórica em Waterloo, no Canadá. O Big Bang teria sido apenas uma miragem do desmoronamento de uma estrela de dimensão superior, propõem os físicos teóricos.
 
Embora existam provas suficientes sobre "a expansão do Universo", os físicos estão deixando aberto a origem, ou seja, como tudo aconteceu. Um novo estudo pode nos mostrar como essa inflação foi provocada, e talvez nos mostre que isso seja o movimento do Universo através de uma realidade de dimensão elevada.
 
Para entendermos a ideia da "dimensão superior", podemos pegar como exemplo um buraco negro. Seu "horizonte de eventos" (região em que a gravidade é tão forte que não há mais retorno) é uma superfície esférica, como uma bolha, mas em um Universo de dimensão superior, um buraco negro poderia ter um horizonte de eventos tridimensional, o que poderia gerar um novo Universo a medida que ele crescesse.
 
Segundo especulações dos cosmólogos, o Universo que conhecemos poderia ter se formado a partir de restos ejetados quando uma estrela de quatro dimensões entrou em colapso com um buraco negro, um cenário que ajudaria a explicar por que o Cosmos parece tão uniforme em todas as direções. Talvez a teoria do Big Bang esteja com seus dias contados...
 
O modelo padrão do Big Bang diz que o Universo surgiu após a explosão de um ponto infinitamente denso, ou singularidade. Mas o que teria desencadeado essa explosão? As leis que conhecemos na física não conseguem explicar o que teria acontecido. E já que o Big Bang ocorreu há relativamente pouco tempo, como ele criou um Universo com temperatura quase completamente uniforme? Não haveria tempo da temperatura se equilibrar...
 
Para a maioria dos cosmologistas, a explicação mais plausível para a uniformidade é que, logo após o início dos tempos, uma forma desconhecida de energia fez o jovem Universo inflar a uma taxa mais rápida que a velocidade da luz. Dessa forma, uma pequena região com temperatura aproximadamente uniforme teria se esticado e formado o vasto Cosmos que vemos hoje. Segundo Niayesh, com o Big Bang deveria ter sido o oposto, uma vez que um evento tão caótico não conseguiria homogeneizar a temperatura durante a expansão.
 
A equipe de Niayesh percebeu que se o Universo continha suas estrelas 4D, elas fariam igual as estrelas que conhecemos: explodiriam como supernovas violentamente, ejetando suas camadas exteriores, enquanto suas camadas internas em colapso criariam um buraco negro.
 
No nosso Universo, um buraco negro é delimitado por uma superfície esférica chamada de horizonte de eventos. Considerando que, no espaço tridimensional comum existe um objeto bidimensional (uma superfície) para criar uma fronteira de um buraco negro, no modelo superior, um buraco negro 4D teria um horizonte de eventos 3D, uma forma chamada hiperesfera. Apesar de ser muito difícil entender esse conceito, veja como seria a ideia de uma hiperesfera:
 
 

 

E assim, quando a equipe de Niayesh modelou a morte de uma estrela 4D, eles descobriram que o material ejetado formaria uma brana ao redor do horizonte de eventos 3D, e lentamente se expandiria.
 
Os autores acreditam que o Universo 3D em que vivemos pode ser apenas uma brana, e que nós detectamos o crescimento dessa expansão cósmica. "Os astrônomos mediram a expansão do Universo e pensaram que tudo começou com o Big Bang, mas isso é apenas uma miragem", comenta Niayesh.
 
O modelo também explica que um Universo 4D poderia ter existido por um tempo infinitamente longo no passado, suficiente para que houvesse um equilíbrio no volume 4D, e que o nosso Universo 3D teria herdado.
 
Apesar do estudo ter sido publicado na renomada revista Nature, muitos astrônomos ainda insistem no modelo anterior, onde tudo teria começado "quase do nada". E mesmo com algumas ressalvas, há quem diga que a teoria do Big Bang era mais fácil de ser compreendida... Será que uma explicação tão fácil está com seus dias contados? A singularidade teria sido apenas uma ilusão?
 
Fonte: DailyGalaxy / Nature / Perimeter Institute / Galeria do Meteorito .