O antigo sistema rodoviário Inca de 40 mil quilômetros de extensão - um feito extraordinário e super avançado de engenharia antiga

06/07/2017 10:32
Sem a roda, objetos de rascunho, ferramentas de metal ou mesmo uma linguagem escrita, o Inca antigo conseguiu construir a rodovia mais antiga, mais longa e mais avançada da superfície do planeta, dando ao antigo império o acesso a mais de 3.000.000 de quilômetros quadrados de território
 
 
 
O antigo sistema da Estrada Inca ou Qhapaq Ñan é sem dúvida um dos feitos mais extraordinários da engenharia antiga no mundo. A estrada antiga incrivelmente complexa permitiu transformar o antigo império Inca na maior e mais poderosa cultura antiga do hemisfério ocidental.
 
Na América pré-colombiana, o sistema rodoviário Inca - que cobre um escalonamento de 40 mil quilômetros - foi o sistema de transporte mais extenso desenvolvido no hemisfério ocidental.
 
 
De alguma forma, o antigo Inca conseguiu criar há centenas de anos uma antiga e sofisticada rodovia que ainda está em boas condições após centenas de anos de uso. Na verdade, o sistema rodoviário é tão incrível que muitos autores concordam que é uma das maiores conquistas arquitetônicas antigas já feitas.
 
 
A sofisticada rede de caminhos abrange mais de 20 mil milhas, que atravessam o Equador, Peru, Bolívia, Argentina e Chile. Mas o que é talvez uma das características mais notórias deste antigo sistema rodoviário é que atravessou os Andes, montanhas incrivelmente altas e íngremes. Isso significa que o Inca antigo teve que forjar túneis através de montanhas, e até mesmo abrir caminhos estreitos ao longo de penhascos.
 
Eles usaram seu sofisticado sistema rodoviário para alguns propósitos principais. O Inca antigo usou o Chasqui (os chasquis são habilidosos corredores que se revezavam, de um posto ao outro) para trocar mensagens em todo seu império usando lhamas para transporte. 
 
As pessoas comuns não podiam viajar pelas estradas para fins privados sem permissão oficial.
 
 
 
No entanto o que mais chama atenção sobre o antigo sistema rodoviário construído pelo antigo Inca é o fato de que ele foi construído sem o uso da roda, objetos de rascunho (maquetes de planejamento), ferramentas de metal ou mesmo uma linguagem escrita.
 
Este sistema rodoviário complexo permitiu que o Inca antigo se tornasse extremamente poderoso e desenvolvesse grandes rotas comerciais. O antigo Inca trocou abóbora, batata doce, frutas como abacaxis, penas, peles de animais, panelas, cordas, lhamas, ouro e prata, mas um dos objetos comerciais mais valiosos para os incas era o tecido.