Muito se fala sobre a possibilidade de ter existido na Terra uma raça de gigantes

22/06/2016 16:41
 
 
 
Histórias de gigantes vivendo em paz e completa harmonia com a natureza têm tocado os nossos ouvidos há séculos.  Mas quem sabia que estas histórias eram baseadas em eventos reais com gigantes da antiguidade que uma vez reinavam nas terra ao redor das Montanhas Carpáticas?
 
Por volta de 3.500 AC, uma civilização enigmática chamada de ‘Os Agathyres’, pertencente à tribo Scythiana, construiu sistemas de tuneis subterrâneos, hoje conhecidos como a Galeria Hiperboreana.
 
Tudo que havia sido escondido da vista por milhares de anos foi desenterrado na década de 1970 por um grupo de arqueólogos em Rosia Montana, Romênia.
 
A série de descobertas feitas naquelas galerias subterrâneas e na vizinhança do local de escavação é de tamanha magnitude, que pode desafiar o conteúdo de todos os nossos livros de história.
 
Os arqueólogos desenterraram lápides únicas, com composição química surpreendente: ouro, granito, e tungstênio, diferentemente das lápides ordinárias feitas de rocha composta.
 
Mas a maior descoberta na galeria subterrânea foram os restos de esqueletos de humanoides com 10 metros de altura.
 
Aparentemente, as lendas locais sobre seres da antiguidade não estavam muito longe da verdade, já que as pessoas compartilham estes contos com pouca diferença de região para região.
 
A maioria das lendas falam sobre gigantes que fizeram casas dentro das montanhas, e foram a fonte de muitos avistamentos anormais naquelas terras.
 
Um bom exemplo é a formação montanhosa chamada de Pilares de Tainita, que é bem como um jogo de cadeiras, o qual acreditava-se terem sido levantados por gigantes, para servirem como assentos nas suas reuniões do conselho.
 
Uma lenda fascinante envolvendo um ato de criação por gigantes conta que há séculos, no topo da montanha no Condado Hateg, duas cidades foram construídas por mulheres gigantes.
 
 Após elas terem completado a construção de suas cidades, uma das gigantes ficou com ciúmes dos feitos mais bonitos da outra e, no meio de sua fúria, jogou uma imensa rocha naquela cidade, criando um enorme buraco na montanha, assim dando o nome da Montanha Decepada.
 
Por toda a Romênia, muitos outros esqueletos gigantes têm sido encontrados e escavados por todo o século passado. Na década de 1940, uma escavação em massa revelou 80 esqueletos humanoides que mediam aproximadamente 5 metros de altura.
 
Um outro local da Romênia, chamado de Floresta de Oncesti, é o lar de supostos gigantes, como descrito no folclore.
 
Em 1989, 20 restos de esqueletos gigantes foram encontrados na cidade de Lebada, Pantelimon.
 
As montanhas da Romênia são famosas no mundo todo pela descoberta acidental de uma rede de túneis secretos abaixo das Montanhas Bucegi.
 
Embora muitos esqueletos gigantes tenham sido exumados em vários lugares da Romênia num curto período de tempo, muitas destas descobertas alegadamente foram destruídas ou simplesmente perdidas.
 
Podemos somente esperar que mais gigantes adormecidos esperam para ser trazidos à luz, já que a Romênia parece ter um folclore enormemente rico, o qual fica cada vez mais real com cada descoberta feita por aqueles que procuram desvendar a história proibida da humanidade.
 
Há outras cidades perdidas de gigantes similares por todo o mundo.  Uma evidência muito similar foi encontrada por arqueólogos no Equador, num grande complexo de pirâmides dentro da Amazônia.  Assim, está claro que estes gigantes podem ser encontrados por todo o globo.
 
Até agora, de todos os lugares de nosso planeta, a Romênia é um grande centro de evidências sólidas que apontam para uma raça de gigantes similares aos humanos, os quais viveram nestas partes por gerações, muito antes da ascensão do homem, e provavelmente muito tempo depois.
 
Não está claro se os gigantes coexistiram com os humanos de tamanho médio, ou se somos descendentes de uma linha há muito esquecida de tais colossais criaturas.
 
Seja qual for o caso, as escavações anômalas feitas na Romênia certamente deixam muitas questões ainda sem respostas.