Mansão na Inglaterra é assombrada por maldição de múmia egípcia

14/12/2014 12:08
A coisa não está fácil para os moradores da localidade de Scarborough, em Yorkshire, na Inglaterra. Uma mansão amaldiçoada assusta toda a localidade e as pessoas querem distância da cidade, especialmente de uma mansão histórica.
 
Os moradores da cidade acreditam que apenas um velhinho de 79 anos pode livrar a todos da maldição, e o homem atualmente se prepara para enfrentar a múmia! O tal senhor é Peter Aldridge, que ainda teme entrar na mansão para retirar a múmia de lá, pois a lenda diz que quem entrar lá tem "um sério risco de morrer".
 
Tudo começou quando um antigo dono de Low Hall, a tal mansão amaldiçoada, encontrou documentos que diziam que uma antiga princesa egípcia estava enterrada por lá, provavelmente em um campo de golfe.
 
Desde então uma nuvem negra paira sobre o casarão, com passos de pessoas nunca identificadas, história sinistras de fantasmas e berros a noite. Quando um dos funcionários dele morreu na biblioteca de causas nunca reveladas, ele resolveu dar o fora e deixar a mansão por lá.
 
A casa pertence a família Rowntree, responsável por uma linha de chocolates muito famosa na Inglaterra. Peter trabalhou na mansão certo tempo e foi quem descobriu os documentos, e disse que nunca acreditou em fantasmas até trabalhar na casa.
 
Ele descreve a biblioteca da casa como "habitada por uma força sinistra". Uma investigação dele descobriu que a múmia foi trazida para a casa pelo filho mais velho do patriarca Joseph Rowntree, John, em 1904, mas um ano depois John morreu vítima de uma doença nunca esclarecida.
 
A maldição seguiu em frente após a morte de John. Em 1917, o único filho dele, Lawrence, foi morto durante a Primeira Guerra Mundial. Até 1925 a múmia estava exposta ao lado da biblioteca da mansão, e alguns moradores locais descreveram o corpo exposto como "assustador até a morte".
 
Após indícios que ela estava amaldiçoada, os donos da casa pediram para um dos empregados enterrar a múmia em algum lugar do terreno da casa, provavelmente o campo de golfe na frente da propriedade.
 
Peter se diz amedrontado com a tarefa após assumir novamente a gerência da mansão. Relatos de outros empregados tornam tudo ainda mais assustador. Uma das funcionárias relata que sentiu medo profundo enquanto passava roupa e ouviu passos no andar abaixo e quando foi ver não tinha ninguém por lá.
 
A ideia dele é ajudar a encontrar os restos mortais com documentos que ele localizou na biblioteca. A busca se baseia nas memórias do patriarca da família e do filho dele, o responsável por trazer a múmia. As bizarrices na mansão se intensificaram desde que ele está próximo de saber onde está o corpo.
 
Mas estranhamente, o diário de John tem páginas faltando, justamente no momento de contar onde está enterrada a múmia. Ao redor, Peter em suas investigações, presenciou portas baterem sem explicação, e pessoas gritando. 
 
Peter chegou a ficar preso em um dos compartimentos da casa, mas não se diz assustado com as situações. A ideia dos envolvidos no processo é devolver a múmia para algum lugar do Egito.
 
Fonte: http://arquivosdoinsolito.blogspot.com.br/2014/12/mansao-na-inglaterra-e-assombrada-por.html