Luzes Fantasmas, Orbs ou Extraterrestres !!

13/12/2015 19:47
 
 
 
 O que são as luzes fantasmas ? Ninguém realmente sabe com certeza o que são, e por essa razão são considerados ou intitulados em algumas ocasiões como orbs, atividade sobrenatural, fenômenos ainda não compreendidos, anomalias de luz, ovnis, ou espíritos . Não existe nenhuma explicação logica ainda para explica-los pois todos acabam sendo descartadas de uma forma ou de outra . 
 Os  avistamentos dessas bolas de fogo misteriosas foram acontecendo durante centenas de anos em dezenas de países diferentes em quase todos os continentes. Da Europa à Ásia, muitas pessoas testemunharam essas misteriosas luzes, muitos conseguem fotos intrigantes dessas luzes, e outros tem varias historias e relatos para contar, isso torna esse fenômeno comum e que realmente esta acontecendo no mundo todo . 
 Lugares comuns que acontecem essas aparições são perto de lagos, florestas fechadas, lugares rurais, e cemitérios (por isso muitas vezes são associadas a fantasmas) . Muitos que tentam se aproximar dessas luzes misteriosas geralmente acabam o perdendo de vista, ja que esse fenômeno parece sumir ou se afastar com a aproximação humana .
 Um fato que faz muitas pessoas acreditar que essas estranhas luzes são na verdade espíritos, é que, estão ligados a lugares onde mortes terríveis aconteceram, e ao verem esses fenômenos pela florestas sentem uma certa energia negativa, que geralmente é associada a almas perdidas de pessoas condenadas a vagar eternamente na Terra . 
 
 A ligação com o mundo sobrenatural e essas luzes misteriosas é tão grande que na escócia em 1897 ganharam o nome de "velas da morte" pois sempre que havia aparições dessas luzes mortes ocorriam, algumas sem causa aparente . Em 1902, a imprensa local informou sobre uma chama fantasma que apareceu em uma montanha, onde foi encontrado o corpo  decapitado de uma mulher em um barril .
 Um dos mais marcantes foi a cidade mineira de Silver Cliff, Colorado, onde as luzes fantasmas estranhas foram notificadas desde 1890. Testemunhas afirmam ter visto luzes flutuando ao redor de um cemitério e as misteriosas luzes foram descritas sendo muito brilhantes e diferentes de tudo que já viram . Tal era a fama destas luzes que a National Geographic publicou um artigo sobre as luzes no cemitério, em Agosto de 1969. No artigo, o autor afirma ter visto luzes azuladas e brancas aparecendo entre os túmulos. Quando se aproximaram as luzes desapareceram. A National Geographic realizou uma investigação, mas não obteve explicação para as luzes fantasmagóricas.
 Muitas dessas luzes também são geralmente associadas a ovnis, pelo fato de alguns lugares que são avistados estas luzes são áreas ativas de atividade ufológica . Muitos pesquisadores acreditam que nem todas, mas parte desses avistamentos poderia estar relacionada a ovnis, já que muitas dessas áreas apresentam anomalias geralmente ligadas a avistamentos de ovnis como os fenômenos "perda de tempo", "silhuetas humanoides", "bussolas não funcionando corretamente" dentre outros . Outro ponto que também aumenta a chance de ser algo relacionado a ovnis, é que grande parte e visto em áreas com pouca população, e áreas cercadas por vegetação, resumindo lugares bem isolados . 
 Apesar de varias coisas apontarem para atividades paranormais, e outras apontarem para atividades de ovnis, poderíamos concluir que seja um fenômeno presente em ambas situações, assim como poderia ser um fenômeno ainda não explicado pela ciência . 
 
 
Alguns Relatos
 
Durante mais de um século, um fantástico fenômeno luminoso atormentou o remoto povoado a leste de Boulia, na região sudoeste de Queensland, Austrália. As luzes receberam o nome de Min Min, homenagem a um correio-bar chamado Min Min, há muito desaparecido.
Um dos primeiros relatos escritos, publicado em março de 1941, fala sobre um criador de gado que viajava entre Boulia e Warenda Station, em uma noite encoberta de nuvens. Por volta de 22 horas, quando passava em frente ao antigo cemitério, próximo ao que restou do correio-bar Min Min, ele viu um estranho brilho que emanava do meio das sepulturas. A luz aumentou e ficou do tamanho de uma melancia, pairou momentaneamente sobre as tumbas, e então afastou-se dali, seguindo em direção a Boulia. De acordo com o homem, a luz o seguiu durante todo o percurso, até a cidade.
 
Relatos anteriores foram descobertos subsequentemente. Em Walkabout, Henry Lamond relatou sua própria experiência de infância com as luzes de Min Min em 1912. A princípio, ele pensou que fossem os faróis de um automóvel que se aproximava.
 
 
“Os carros”, escreveu ele, “embora não fossem comuns naquela época, também não eram raros.” Mas logo tornou-se evidente que não se tratava de uma luz normal.
“Ela permaneceu como uma bola única, e não se dividiu em dois faróis, como seria de esperar. Além disso, vinha em uma altura muito grande para ser um carro. Havia alguma coisa estranha com aquela luz.”
A luz flutuou gradativamente em direção a Lamond, que estava montado em seu cavalo, e passou por ele, a uns 200 metros de distância.
“De repente, ela desapareceu, mas não de uma hora para outra. Seu desaparecimento foi gradual, como os fios de uma lâmpada elétrica.”
 
As luzes de Min Min - sejam o que forem - ainda assustam as pessoas que viajam ao longo de trechos solitários de estrada, no interior australiano.
 
Em seu livro, British Goblins, Wirt Sikes, ex-cônsul dos EUA no País de Gales, recolheu diversos relatos de testemunhas sobre essas luzes misteriosas, inclusive um em que os passageiros de um ônibus entre Llandilo e Carmathen viram três luzes claras, quando cruzavam uma ponte sobre um rio em Golden Grove. Logo algo bizarro aconteceu, três homens morreram afogados no mesmo lugar, poucos dias depois, quando seu pequeno barco soçobrou. 
 
Outras histórias sobre luzes fantasmas podem ser encontradas na coleção enciclopédica Lightning, Auroras and Nocturnal Lights, de Corliss. Uma história particularmente assustadora é contada por um homem de Lincoln, Inglaterra, que passeava com seu cavalo na primavera de 1913.
 
- Durante meu passeio - disse ele -, uma luz fantasma chamou minha atenção, seguindo na mesma direção para onde eu estava indo. Seu movimento era irregular, às vezes perto da superfície, e então, de repente, ele se elevou a uma altura de quase 2 metros. - Segui a luz com todo cuidado durante uma certa distância, pois eu estava decidido a, se possível, inspecionar melhor aquele estranho objeto brilhante. Como a noite estava muito escura, eu tinha todas as condições favoráveis para minha observação.
 
A distância, a luz fez uma manobra e parou no meio da estrada. Desmontei do cavalo, na esperança de capturá-la. Mas fiquei decepcionado. Pois à minha aproximação, talvez pelo barulho que fiz, ou por algum outro motivo, ela de repente se levantou, permaneceu a uns 60 centímetros de altura do solo, iluminou um aterro, e prosseguiu seu curso em linha reta sobre os campos contíguos. Os grandes e profundos diques impossibilitaram minha perseguição. Mas meus olhos seguiram seu movimento constante até seu brilho se perder com a distância.
 

Fonte/Fonte