Incompreensível: A pirâmide subaquática de 20.000 anos de idade no Atlântico..

03/10/2016 14:08

Existe uma enorme pirâmide localizada onde Platão disse que Atlântida estaria... A pirâmide subaquática maciça tem pelo menos 60 metros de altura, com uma base de 8000 metros quadrados. Estranhamente, a estrutura submersa se encaixa na descrição de onde Platão disse que estaria localizada Atlântida .

 
 
 
Se há uma coisa que é verdade quando se trata de arqueologia e história, provavelmente é que não temos nenhuma ideia da quantidade de descobertas que ainda estão a nossa espera.
 
Lentamente mas seguramente, a história moderna está sendo reescrita por pequenas descobertas que desafiam os estudiosos tradicionais. 
 
O que nós achávamos ser impossível a 100 anos atrás, é uma verdade inegável hoje. Tudo esta mudando, e o mesmo esta acontecendo com nossa historia, quanto mais peças do quebra cabeça são achadas, mais perguntas são respondidas, e o resultado final desse quebra cabeça não vem agradando os estudiosos tradicionais.
 
Uma dessas descobertas - embora altamente contestada - foi feita em Portugal quando as notícias afirmaram que uma pirâmide subaquática maciça foi encontrada ao largo das Ilhas de São Miguel e Terceira, nos Açores.
 
Os Açores são um conjunto de nove ilhas vulcânicas que estão localizadas a mais de mil quilômetros da capital de Portugal, Lisboa. Estranhamente, a pirâmide subaquática está localizada exatamente onde filósofo grego Platão disse que Atlântida estaria localizada. 
 
Nas suas inumeras anotações, Platão descreveu Atlântida desaparecendo em um único dia, e como foi devorada rapidamente pelo oceano.
 
"Através de violentos terremotos e inundações, em um único dia e noite de infortúnio ... [toda a raça] ... foi engolida pela terra e da ilha de Atlântida ... desaparecendo nas profundezas do mar." - Platão.
 
Curiosamente, os Açores estão localizados em torno das "linhas de falha" entre a América do Norte, Eurásia e as placas tectônicas africanas. Área sobre potencial nível de instabilidade debaixo dos pés.
 
A estrutura subaquática misteriosa encontrada no fundo do oceano se acredita ser uma pirâmide quadrada, perfeitamente orientada pelos seus pontos cardeais. Os pesquisadores afirmam que a estrutura esta submersa por pelo menos 20.000 anos, ou em torno da última idade do gelo quando as geleiras do nosso planeta estavam derretendo.
 
 
Segundo a imprensa de Portugal, Diocleciano Silva foi o primeiro a descobrir a pirâmide subaquática. Estimativas recentes indicam que a estrutura tem pelo menos 60 metros de altura e tem uma base de 8000 metros quadrados.
 
.
 
Silva disse ter descoberto a pirâmide enquanto ele estava em uma viagem de pesca e encontrou a pirâmide quando estava utilizando o equipamento de batimetria a bordo de seu navio. 
 
A batimetria (ou batometria) é a medição da profundidade dos oceanos, lagos e rios e é expressa cartograficamente por curvas batimétricas que unem pontos da mesma profundidade com equidistâncias verticais (curvas isobatimétricas), à semelhança das curvas de nível topográfico.
 
No entanto, nem todos estão convencidos de que é uma pirâmide submersa. Os céticos indicam que há uma chance de estarmos realmente olhando para uma colina vulcânica submarina, e não os restos de uma civilização antediluviana.
 
Falando ao "Diário Insular", Silva disse: "a pirâmide tem uma forma perfeita, e é aparentemente orientada pelos pontos cardeais."