Inacreditável descoberta feita dentro do Poço Superprofundo de Kola !!!

14/02/2017 14:45

Alguns chamam-lhe de "porta para o inferno". Com 12.262 metros, o Poço Superprofundo de Kola é o ponto artificial mais profundo do nosso planeta. E algo incrível foi encontrado a essa profundidade.

 
 
 
Há muitos que acreditam firmemente que a raça humana sabe mais sobre as galáxias distantes e planetas alienígenas localizados a anos-luz da Terra, do que o que está por baixo da superfície do nosso planeta.
 
Curiosamente, a nave Voyager 1 levou quase 26 anos para sair do nosso sistema solar, que é aproximadamente a mesma quantidade de tempo que os cientistas na Terra precisavam para penetrar 12 quilômetros na superfície do nosso planeta.
 
Depois de mais de duas décadas, os cientistas criaram o Poço Superprofundo de Kola.... Kola atingiu 12.262 metros em 1989 tornando-se o ponto (artificial) mais profundo em nosso planeta.
 
Para colocar isso em perspectiva, o Poço Superprofundo de Kola desce mais do que o ponto mais profundo do oceano, que fica a cerca de 6,8 milhas (11 quilômetros). Veja a ilustração abaixo para ter uma idéia : 
 
 
 

Então, o que os cientistas descobriram ali?

 
* Bem, depois de 26 anos de esforços e perfurações intensivas, os especialistas descobriram que há muita água lá embaixo. Os cientistas descobriram água mineralizada (quente) em quase todo o caminho da perfuração.
 
* Mas não existe só água lá em baixo, os cientistas descobriram que a Terra tem gás. Os cientistas descobriram, hélio, hidrogênio, nitrogênio e até dióxido de carbono ao longo da perfuração.
 
* Os cientistas tambem descobriram que há FÓSSEIS em granito localizados a cerca de 6.700 metros abaixo da superfície.
 
* Além disso, os cientistas descobriram que a temperatura na parte inferior do buraco atinge algo em torno de 180 graus centígrados, extremamente quente para continuar as perfurações -  legitimamente ganhando o apelido de "Porta para o Inferno".
 
* Mas talvez o que é ainda mais impressionante é o fato de que os cientistas estimam que a distância para o centro do nosso planeta seja de quase 4.000 milhas (6.400 quilômetros). Isso não chega nem perto do que os cientistas conseguiram perfurar, basicamente não fizemos nem arranhões ainda ...
 
 
 

A maior descoberta feita no Poço..

 
 "Sem sombra de duvida a descoberta mais fascinante do projeto, no entanto, foi a detecção de fósseis microscópicos de plâncton em rochas com mais de 2 bilhões de anos, encontradas a quatro milhas abaixo da superfície", relata Bryan Nelson da Mother Nature Network.
 
"Esses 'microfósseis' representavam cerca de 24 espécies antigas e estavam envolvidas em compostos orgânicos que de alguma forma sobreviveram às pressões e temperaturas extremas que existem debaixo da Terra".