A verdade sobre o Dilúvio Global que teria acontecido a cinco mil anos atrás

04/06/2016 11:49
Há uma abundância de mitos sobre grandes inundações que teriam "lavado" a humanidade e incontáveis espécies terrestres da face da Terra. Várias culturas em toda parte do mundo falam de grandes dilúvios que colocaram o fim a um ciclo de vida, para abrir caminho para um novo. Mas existe verdade por trás de todas essas alegações?
 
 
Provavelmente, o mito mais difundido deste tipo vem do dilúvio de Noé, que retrata o momento em que os nossos antepassados 'maus' foram purificados através de fortes chuvas que duraram quarenta dias e quarenta noites. A verdade é que os antigos sempre ligaram estas grandes catástrofes como um desagrado dos deuses .
 
 
A "Epopéia de Gilgamesh" descreve como o comitê dos deuses decidiram inundar o planeta inteiro para se livrar da humanidade. No entanto, EA - "O Deus que criou o homem", enviou um aviso para Utnapishtim dos próximos eventos, aconselhando-o a construir um barco gigantesco para superar este teste cruel. O protagonista vê o sinal do começo do fim como um espiral de fumaça no horizonte. Neste ponto, o céu escureceu por toda uma semana, e uma tremenda tempestade desceu sobre os humanos desavisados.
 
 
As grandiosas proporções de água que lavaram a terra foram destacadas no final da história, quando a arca fica presa em um pico de montanha, depois que o grande fluxo de água tinha parado.
 
 

Grande Dilúvio em outras culturas......

 
Quando os sumérios se estabeleceram no que hoje é conhecido como Sul do Iraque cerca de 5.000 anos atrás, seus escribas escreveram como eles conseguiram chegar a este lugar depois de um grande dilúvio causado por seus criadores irritados conhecidos como "Os Anunnaki" ..
 
 
Os mitos chineses e indianos também recordam um grande dilúvio que participavam a cinco milênios atrás. A corrente Hindu, intitulada Kali Yuga, começou em 3102 aC, quando as mudanças climáticas ocorreram em simultâneo com as inundações.
 
Numerosas tribos nativas americanas também lembram os tempos em que enchentes varreram suas terras, forçando-os a recuar na mais alta das colinas. Culturas da América do Sul e do Pacífico compartilham relatos semelhantes.
 
Então, qual é a probabilidade de todas essas histórias serem autênticas? Deve haver pelo menos um grão de verdade que reside em todos esses mitos antigos, caso contrário, seria sem sombra de duvida a maior coincidência de todos os tempos, o que não faz sentido, não é?
 
 
Por uma questão de fato (ja que existem inumeros registros), a comunidade científica não descartar a possibilidade de uma grande inundação que teria acontecido em tempos esquecidos.. Mas hoje ainda temos mais perguntas do que respostas. Duas teorias principais propuseram um cronograma relevante dos eventos, com base em uma investigação aprofundada realizada em duas áreas diferentes - a inundação do Mar Negro na Europa Oriental, e a outra envolvendo uma grande inundação global.
 
 
Cerca de 7.000 anos atrás, um rápido derretimento das regiões geladas sobrecarregou o Mar Mediterrâneo, que foi inundado com a força equivalente a mais de 200 Cataratas do Niágara. Uma grande quantidade de água foi derramada sobre a região em que o Mar Negro está agora. Naquela época, a região consistia apenas de lagos de água doce cercados por terra. A ciência moderna reconheceu esta hipótese, ja que á vestijos de vales de rios que existiram no passado no fundo Mar Negro.
 
 
Claro, há também a tripulação liderada pelo explorador da National Geographic Society Robert Ballard, que descobriu fósseis pertencentes a espécies extintas que viveram exclusivamente em áreas de água doce que datam de 7.000 a 15.500 anos atrás. Todos os fósseis foram encontrados embutidos na terra das águas salgadas do Mar Negro.
 
Assim, é possível que "The Great Flood" (A Grande Inundação) era apenas um evento local, ou se fez varrer sobre a maior parte do mundo, como muitas lendas sugerem?