Hotel Assombrado

16/01/2015 13:45
 
Trabalho em uma rede de hotéis, e num desses hotéis meus colegas de trabalham afirmam ser assombrado, justamente pela antiga dona que nunca se desapegou ao mesmo.
 
Dizem que a antiga dona zelava pelo seu patrimônio e nunca o colocou a venda pois aquele hotel era sua vida. Sempre esforçada e viciada pelo trabalho, nunca quis se desfazer do seu único bem, e que vivia a maioria do tempo transitando pelos corredores do mesmo. Era uma mulher estilosa, sempre bem vestida, porém seu marido veio a falecer por uma doença que ninguém sabe qual seria, e a dona do hotel depois de um mês da morte do seu marido começou a entrar em depressão, mas mesmo assim continuava a trabalhar sem parar no seu segundo amor, que era seu hotel.
 
Um tempo se passou e ela acaba morrendo. Dois a três meses depois, seus filhos põem o prédio a venda e é nesse exato momento onde entramos na história.
 
Meus patroes por querem abrir mais um hotel compraram o prédio e fizeram uma bela reforma. pois o hotel era meio velho e precisava de uma nova cara. Ele tem 3 andares e todos os corredores foram monitorados para segurança de nós, funcionários. Após terminar a obra, ele foi inaugurado.
 
Como era inauguração, havia poucos hóspedes, apenas em dois andares. Trabalhamos 24 horas, ou seja, hotel aberto a madrugada inteira.
 
Meu amigo, que vou chama-lo de João para preservar sua identidade, estava trabalhando na terceira noite após a inauguração, diz ele que após 03:45 estava na recepção e olhou de relance no painel de câmeras e viu uma mulher aparentemente com uns 40 anos, bem vestida, transitando de um lado para o outro no corretor do terceiro andar. Como não havia hóspede naquele andar, foi ver se nenhuma hóspede havia sumido atrás de alguma coisa e subiu rapidamente pelas escadas. Quando chegou lá, a mulher estava de costas e ele perguntou se a mulher precisava de alguma coisa. Nada de resposta. Então ele decidiu se aproximar, quando de repente a mulher fica de frente com um quarto trancado e caminha a direção da porta e sem explicação a atravessa!
 
João, muito medroso, não quis nem saber de ir atrás para ver como aquilo havia acontecido e com medo desceu para recepção e tentou puxar as imagens novamente. Para sua surpresa, não constava as imagens da misteriosa mulher. Ele diz que só via as suas imagens e sua afeição assustada nas imagens das gravações.
 
Tentando entender o que viu pela manhã, comenta com meus patrões o ocorrido. eles então relatam da história da antiga dona que soube por um vizinho do hotel e ficam espantados quando o João diz o horário que supostamente ela apareceu, pois foi a hora que a antiga dona morreu.
 
Todas as noites hóspedes reclamam dos barulhos de sapatos  andando no  terceiro andar como se fosse de saltos altos andando pelos corretores de madrugada...
 
João não gosta nem de entrar em detalhes daquela noite.
 
Eu mesmo já ouvi esses barulhos da recepção quando trabalho nesse hotel. Por ser piso de madeira, esculto os barulhos do terceiro andar como se alguém estivesse andando pelo corredor. Olho nas câmeras mas nada vejo, mas começo a orar pois sou muito medroso e todos meus colegas dizem ter medo de trabalhar nesse local. 
 
Fonte : Assombrado