Guerra nas Estrelas: EUA irão construir avião para batalha espacial

13/08/2015 00:07
 
O gigante aeroespacial estadunidense, Boeing, assinou um contrato com o governo dos EUA para projetar um avião espacial, o XS-1, para a entrega rápida de satélites na órbita terrestre.
 
Os estrategistas militares dos EUA esperam que em qualquer futuro conflito entre as grandes potências mundiais, a órbita terrestre se tornará o próximo campo de batalha.
 
xs-1b
 
Satélites armados com lasers, mísseis antiaéreos de longo alcance e outros armamentos mortais atacariam e destruiriam as forças inimigas em órbita.
 
O país que puder se recuperar mais rapidamente do ataque orbital inicial irá dominar o espaço, o último campo em qualquer batalha de alta tecnologia.
 
“Numa era de orçamentos em declínio e capacidades evolutivas dos adversários, acesso ao espaço de forma rápida, econômica e rotineira está se tornando cada vez mais crítica, tanto para a segurança nacional quanto a econômica“, declarou a DARPA numa liberação de imprensa.
 
O novo avião espacial XS-1 é projetado para levar um satélite de duas toneladas para o espaço todos os dias, por 10 dias seguidos, custando menos do que US$ 5 milhões por voo.
 
Conceitualmente, o XS-1 robótico é basicamente um drone muito rápido, que pode dar a um foguete a velocidade e altitude necessárias, tornando mais fácil para o foguete escapar da gravidade terrestre.
 
A defesa aérea e a defesa aeroespacial da Rússia pode efetivamente rastrear e destruir alvos no espaço próximo à Terra.  Se um interceptador MiG-31 ou um sistema de míssil antiaéreo S-400/500 pode atingir um satélite em órbita, o novo avião espacial também poderia ser um alvo fácil para eles.