Grandes Círculos no Oriente Médio desafiam os arqueólogos

29/04/2015 23:38

Pesquisadores esperam que a divulgação de fotos aéreas dos "Big Circles" possam instigar investigadores a encontrar pistas que possam ajudar a desvendar o enigma.
Por décadas, os arqueólogos não tiveram sucesso ao tentar descobrir o significado dos anéis de pedra antigos que pontilham a paisagem na Jordânia e na Síria, mas, de acordo com o Huffington Post, esse enigma pode estar muito perto do fim, graças em parte a uma nova coleção de fotografias aéreas tiradas de 11 dos misteriosos "Big Circles" (Grandes Círculos, em tradução livre).
 
As imagens fazem parte do Arquivo Fotográfico Aéreo para Arqueologia do Oriente Médio, que tem curadoria do arqueólogo David Kennedy, da Universidade da Austrália Ocidental. 
Os "Big Circles" são essencialmente recintos circulares feitos de pedras empilhadas a poucos metros de altura, e costumam medir cerca de 400 metros de diâmetro. A evidência sugere que eles datam de pelo menos 2.000 anos e talvez dos tempos pré-históricos. Mas por que eles foram construídos e com que propósito?
 
De acordo com os arqueólogos é improvável que os anéis tenham sido usados como currais de gado ou locais de sepultamento. Uma possibilidade, segundo um artigo publicado em 2010 na revista Levant, é que os círculos tenham servido como uma espécie de mirante que proporcionou uma visão clara dos assentamentos e campos circundantes. 
Kennedy e seus colegas esperam que o arquivo aéreo incentive investigadores a realizarem trabalho de campo, o que pode fornecer novas pistas para ajudar a resolver o mistério.
 
Fonte: Terra