Foi encontrada uma entrada para o subterrâneo na Lua

19/10/2017 16:52

 

 

Dados de uma sonda espacial confirmaram que uma caverna enorme, estendendo-se por cerca de 50 quilômetros, existe sob a superfície da Lua, oferecendo um possível local protegido para as futuras bases lunares, disse a Agência Japonesa de Exploração Espacial (JAXA) em 18 de outubro.
 
A caverna, encontrada na área das Colinas Marius no lado aparente da Lua, tem cerca de 100 metros de largura e estende-se por cerca de 50 km, de acordo com dados obtidos pelo Selenological and Engineering Explorer (SELENE), também chamado de sonda Kaguya.
 
Em 2009, a sonda Kaguya encontrou um grande eixo com uma abertura cerca de 50 metros de diâmetro na mesma área. O eixo desce cerca de 50 metros abaixo da superfície.
 
A equipe da JAXA analisou dados obtidos de um radar lunar da sonda, o qual indicou uma estrutura subterrânea estendida para oeste do eixo.
 
O estudo confirmou que a caverna, provavelmente criada pela atividade vulcânica, não entrou em colapso, e há a possibilidade de gelo ou água existentes nas rochas dentro da caverna, a equipe disse.
 
 
‎Se futuros exploradores lunares puderem usar o espaço subterrâneo para uma base, ele poderia fornecer abrigo da radiação cósmica e temperaturas ameaçadoras, enquanto água ou gelo poderia ser usado como combustível, disse a equipe da JAXA.‎
 
‎Acredita-se amplamente que a Lua foi abalada pela atividade vulcânica em grande escala até cerca de 1 bilhão anos atrás.‎