Enfim, cientistas descobrem evidências de Universos Paralelos

29/04/2017 10:16

Um cosmólogo da Caltech anunciou recentemente que ele encontrou evidências de universos paralelos. Caso seja real, isso significa que o nosso universo é apenas um entre dos muitos outros, que co-existem um ao lado do outro.
 
A ideia de que o nosso universo poderia ser um pequeno componente dentro de um vasto conjunto e que, juntos, formem um “multiverso”, tem sido tratada pelos físicos como intrigante. Mas, por enquanto, tem permanecido como teoria, sem possibilidades de testes. O que existem até o momento são apenas evidências.
 
Devido às dificuldades de comprovar essa teoria, muitos cientistas continuam cautelosos. Alguns anos atrás, um grupo de estudiosos declarou ter encontrado evidencias de que o universo poderia ser parte de uma “bolha de sabão”.
 
Ranga-Ram Chary, cosmólogo da Caltech, foi o responsável por supostamente encontrar evidências de um universo paralelo. Em um novo estudo, publicado no Astrophysical Journal, Chary sugere a existência de “colisões cósmicas”, um universo esbarrando em outro universo. Isso poderia explicar uma anomalia que ele encontrou no mapa da Radiação Cósmica de Fundo.
 
Mapa da Radiação Cósmica de Fundo produzido por dados do Observatório Espacial Planck.
 
Com dados do telescópio Planck da Agência Espacial Europeia, Chary desenvolveu um mapa de Radiação Cósmica de Fundo. Enquanto ele comparava com o mapa noturno do céu, ele encontrou uma inexplicável bolha de luz brilhante.
 
 
A Radiação Cósmica de Fundo apresenta antigas explosões de luz, que revelam assinaturas de radiação do universo que só podem ser vistas alguns milhares de anos depois do Big Bang. Esta antiga luz é o resultado de uma recombinação, quando os primeiros elétrons e prótons se uniram para criar o hidrogênio.
 
Como o hidrogênio emite uma gama limitada de luz visível, os astrônomos sabem que cores estas antigas bolhas devem ter e quais não devem ter. Durante sua pesquisa, Chary notou uma pigmentação que não deveria estar no mapa. Em sua descoberta, ele argumenta que a teoria do multiverso poderia explicar o fenômeno.
 
"Nosso universo pode ser simplesmente uma região dentro de uma super-região de Inflação Eterna."
 
Alan Guth, pesquisador do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e um dos responsáveis pela Teoria da Inflação, diz que a maioria das versões de Inflação, na verdade, levam a uma Inflação Eterna, produzindo uma série de pequenos universos.
 
Ranga-Ram Chary está ciente do quão difícil é provar esta complexa teoria – e ele sabe que suas ideias vão enfrentar um forte ceticismo por parte da comunidade cientifica.
 
"Reivindicações incomuns como evidência para universos alternativos requerem um alto ônus de prova."
 

Fonte