Elon Musk: Devemos deixar nosso planeta por uma razão fundamental

25/07/2016 17:16

Olhando para trás na história distante do planeta Terra, chegamos a perceber que o nosso planeta tem sido continuamente bombardeado por rochas espaciais. Segundo os pesquisadores, essas colisões cósmicas transformaram nosso planeta no que vemos hoje, um oásis de prosperidade em algum lugar em um "deserto cósmico" que chamamos de universo.

 
 
 
 
Curiosamente, o nosso planeta ainda está sendo bombardeado por milhares de toneladas de matériais do espaço. Olhando a história contemporânea da Terra, vemos que raramente tem um objeto do espaço gigante o sucifiente para destruir tudo que existe aqui.
 
Temos, no entanto, que perceber que há 65 milhões de anos atrás, do espaço uma enorme rocha colidiu com o nosso planeta começando a extinção das espécies predominantes do planeta, os dinossauros.
 
Mas se olharmos para trás no historico de asteroides recentemente caidos, em 2013, o Meteoro Chelyabinsk colidiu com o nosso planeta
 
Após tocar a atmosfera da Terra, o meteoro explodiu no ar, causando uma grande onda de impacto ..
 
Os cientistas descobriram que o tamanho da rocha espacial - antes dele entrar em contato com a atmosfera da Terra e explodir - foi de cerca de 20 metros de diâmetro, pesando mais ou menos 13.000 toneladas. Apesar de não ser um asteroide grande, ele teve poder suficiente para ferir milhares de pessoas e danificar muitos edifícios na região.
 
 "Meteoro de Cheliabinsk foi um meteoroide que adentrou a atmosfera terrestre sobre a Rússia em 15 de fevereiro de 2013, transformando-se em uma bola-de-fogo que cruzou os céus do sul da região dos Urais até explodir sobre a cidade de Cheliabinsk, às 9:20:26 (horário local). Estima-se que o meteoro, ao adentrar a atmosfera terrestre, tinha aproximadamente 10 000 toneladas de massa e 17 m de diâmetro, liberando o equivalente a 500 quilotons de energia durante o evento. Para efeitos de comparação, a bomba nuclear jogada sobre Hiroshima liberou cerca de 13 quilotons de energia. Após despedaçar-se sobre Cheliabinsk, a maior parte do objeto parece ter caído no lago Chebarkul."
 
Basta imaginar o que aconteceria se um objeto de 200 metros colidisse com a Terra?
 
Então, para onde a humanidade deve ir ?
 
Bem, se quisermos garantir que nossa espécie continue a viver, precisamos pensar alem das estrelas.
 
No entanto, antes de nos aventurar para fora do nosso sistema solar, é inevitavel que comecemos a colonizar qualquer coisa que esteja perto da Terra.
 
Este é o momento onde Marte entra em jogo. De acordo com uma entrevista em 2013, do Wall Street Journal:  Musk disse: "Ou nos espalhamos para outros planetas, ou corremos o risco de desaparecer. Um evento de extinção é inevitável, e nós estamos fazendo isso a nós mesmos, cada vez mais. O objetivo é melhorar a tecnologia de foguetes e a tecnologia espacial até que possamos enviar as pessoas para Marte e estabelecer a vida no planeta vermelho. "
 
Musk continua : "Mas nós poderíamos fazê-lo funcionar. E honestamente, mesmo se não podermos fazê-lo funcionar, parece que não temos outra escolha real para tentar..."
 
De acordo com Elon Musk, a fim de garantir a existência da espécie humana precisamos deixar nosso planeta o mais rapidamente possível. É por isso que Musk quer enviar um milhão de pessoas para a superfície do "planeta vermelho", a fim de criar uma colónia "próspera" em Marte.
 
 
Elon Musk, o visionário por trás "Tesla Motors" e "SpaceX", chegou à conclusão que a raça humana deve deixar este planeta tão rapidamente quanto possível, como uma medida para garantir que a espécie humana não se torne extinta. De acordo com Musk, por causa do futuro e o ciclo inevitável que a Terra vai atravessar em algum momento, precisamos ter certeza que nossa espécie sobreviverá ao teste do tempo.
 
Elon Musk revelou sua preocupação com o futuro do planeta e da humanidade, em geral, dizendo que a colonização do espaço será a única alternativa segura para que nossa espécie sobreviva no futuro.
 
Elon Musk: Vamos colocar um milhão de pessoas em Marte
 
Enquanto muitos de nós estão adorando a ideia de que, num futuro próximo, provavelmente teremos uma colonia em Marte, Elon Musk está levando toda a colonização de Marte a um novo nível.
 
Musk acredita que precisamos de uma colônia maior, e quando ele diz maior, ele quer dizer um milhão de pessoas.
 
De acordo com Elon Musk, o envio de um punhado de pessoas para a superfície do planeta vermelho a cada dois anos vai garantir uma colônia humana próspera estabelecida em Marte.
 
De acordo com uma entrevista para Aeon Magazine Musk acredita que, se quisermos alcançar o nível de industrialização e infra-estrutura atualmente presente na Terra, nós precisamos de uma grande mão de obra presente em Marte:
 
"Mesmo com um milhão, você estára assumindo uma quantidade incrível de produtividade por pessoa, porque você precisaria recriar toda a base industrial em Marte. Você precisaria extrair e aperfeiçoar todos estes materiais diferentes, em um ambiente muito mais desafiador do que a Terra. Não haveria árvores crescendo, não haveria oxigênio ou nitrogênio ..... ".