É encontrado o submarino que teria sido afundado por uma criatura titânica na Primeira Guerra Mundial

02/06/2017 11:34

Quase um século depois, a história, que até então estava arquivada como segredo de guerra, finalmente veio à tona. 

 
 
Em 30 de abril de 1918, o capitão alemão Günther Krech e sua tripulação foram resgatados pelo navio britânico HMS Coreopsis, perto do litoral da Irlanda. Os alemães afirmavam que seu submarino, o UB-85, havia sido atacado por um monstro marinho com chifres e presas.
 
Segundo Krench, a enorme criatura subiu na embarcação até deixá-la fora de operação. Pouco depois do resgate, o submarino afundou e desapareceu desde então. A história foi classificada como segredo de guerra e esquecida, até que, no final do ano passado, uma equipe de engenheiros que fazia medições para o traçado de uma instalação elétrica encontrou os restos do submarino.
 
 
Innes McCartney, arqueólogo marinho da Bournemouth University, no Reino Unido, não acredita que a história do UB-85 deva ser levada muito a sério. Em uma entrevista dada a um meio de comunicação inglês ele afirmou que os verdadeiros monstros da Primeira Guerra Mundial foram os submarinos. 
 
 
No entanto, na região onde o submarino alemão afundou, foram relatados vários avistamentos de uma estranha criatura marinha. Alguns até consideram o monstro como o primo de água salgada de Nessie, o estranho ser que habitaria as profundezas do Lago Ness, na Escócia. 
 

Fonte\Fonte