Durante duas horas, OVNIs voaram sobre a Antártida....

06/10/2017 18:52

Luzes verdes, vermelhas e amarelas, (OVNIs) foram vistas pairando sobre bases militares por duas horas na Antártida...

 
 
Três OVNIs foram vistos voando sobre Deception Island por duas horas acima de bases militares argentinas, chilenas e britânicas na Antártida.
 
É incrível o que você pode encontrar ao olhar os documentos liberados (antes secretos) da CIA e do FBI. Embora já houvesse evidências "conclusivas" de que os objetos voadores não identificados são reais, as pessoas antigamente não estavam tão interessadas como estão hoje sobre o tema OVNI.
 
Hoje temos inumeras evidencias e provas incontestaveis sobre os OVNIs... Não é preciso pesquisar muito para encontrar documentos oficiais tratando do tema OVNI, ou testemunhas que já trabalharam na NASA ou na CIA revelando a verdade para a população.
 
Centenas de milhares de documentos desclassificados foram disponibilizados ao público nas últimas décadas. Esses documentos incríveis fornecidos por agências governamentais como o FBI e a CIA mostram claramente que a Terra testemunhou "coisas" que os cientistas não podem explicar.
 
Os documentos mostram como militares, pilotos e até mesmo astronautas testemunharam "tecnologias" que vão muito além do que os humanos podem criar.
 
 
Além dos inúmeros documentos, é de grande importância prestar atenção ao que as pessoas que pertencem a cargos de poder têm a dizer sobre os OVNIs. Muitos já fizeram declarações bombasticas sobre o tema...
 
"16 de Junho de 1963 — Primeira mulher a realizar uma viagem espacial, a soviética Valentina Tereshkova informou ao controle de terra que havia um objeto fazendo acrobacias ao lado de sua nave, a Vostok 6."
 
 
 
“DISCOS VOADORES ANTÁRTICOS” – Um grupo de discos voadores vermelhos, verdes e amarelos foi visto voando sobre a Deception Island por duas horas pelas bases (militares) argentinas, chilenas e britânicas na Antártida. Os discos voadores também foram vistos voando em formação sobre as ilhas Orkney do Sul em círculos rápidos”.
 
 

Fonte