Creepypsta: Hoodie

22/01/2015 17:00

Hoodies, são coisas normais para usar no seu caminho para um dia normal na escola. A maioria das pessoas usam hoodies nossos dias. Algumas pessoas que os usam apesar de tentar esconder quem elas realmente são. As pessoas se sentem ameaçadas quando a caminhada passado as pessoas que usam hoodies, é uma coisa normal, mas o que happenened ultimamente quando o seu fora para sua caminhada diária para estar nas lojas ou andar com seus amigos. O que acontece quando as suas suspeitas estão certas embora? O que acontece quando eles estão sendo perseguidos no meio da noite por um assassino?

Um extrato do jornal local.

Outra vítima caiu para o homem encapuzado, o detetive John Smith foi assassinado há duas semanas por um assassino desconhecido encapuzado que invadiu sua casa durante a noite e cortou seu pescoço aberto enquanto ele estava dormindo. Pouca evidência foi deixado para trás pela figura encapuzada, mas o filho do detetive conseguiu escapar do assassino e telefone da polícia antes de moletom com capuz conseguiu chegar até ele, esta é a sua história. "Isso aconteceu há algumas semanas em torno de nove horas e eu não podia ' t conseguir dormir! Então eu desci as escadas para ver o meu cachorro arranhando a porta ", o que normalmente significava que ele precisava ir para uma caminhada, então eu tenho as coisas de sempre juntos e levou-o para fora para passear no parque perto da minha propriedade. "Uma hora mais tarde, comecei a caminhar de volta para minha casa quando vi que a janela ao lado da porta da frente foi quebrado por todo o chão, corri para dentro para verificar se o meu pai estava bem, mas quando cheguei ao quarto dele," " Era tarde demais Eu vi o corpo do meu pai no chão e sangue por toda a sua cama, então eu olhei para frente, do outro lado da sala para ver um adolescente, pelo menos da minha idade, ele estava rindo diabolicamente enquanto limpava suas facas com o seu hoodie, ele olhou para mim com um grande sorriso maligno em seu rosto, ele me disse: "" Você tem dez segundos ", ele começou a contagem regressiva" 10, 9, 8. " "Eu corri para a mesa de meu pai, e rapidamente pegou o telefone e correu para fora da casa o mais rápido que pude, não havia nada que eu pudesse fazer para salvar meu pai!" "Uma vez eu corri para fora da rua, eu rapidamente olhei para ver se ele estava me perseguindo, ele não estava lá, então eu rapidamente discou colega de trabalho do meu pai e disse-lhe tudo o que aconteceu e vem me ajudar!" "Eles não pegá-lo, mas eu juro que vou, eu espero que ele está lendo este artigo, sabendo que ele vai apodrecer na cadeia pelo que fez!"

A polícia ainda está à procura para este figura encapuzada e se você ver alguém com a descrição abaixo perto de sua área em contato com o departamento de polícia mais próxima.

Kallum estava em seu caminho para a escola com os amigos é que tomam a sua rota habitual pela floresta, quando se depararam com algo que era desconhecido para eles, olhou para ele por uns bons dez segundos e depois começou a caminhar na direção dela. "Que diabos é isso?" Thomas murmurou para si mesmo. Eles estavam olhando para uma velha casa cercada que parecia muito velho e degradado, parecia uma casa de um filme de terror ou algo assim. "Qualquer pessoa que vem?" Connor já estava escalando o muro que estava bloqueando a entrada da casa. "Nós não deveríamos estar aqui de qualquer maneira caras, vamos apressar o inferno antes de entrar em apuros por invasão!" Kallum olhou para eles com e deu-lhes um aceno de cabeça dizendo que devemos ir. Connor ignorou-o e disse: "Não vai demorar um minuto agora! Pare de ser covarde e me ajudar a chegar até aqui!" antes Kallum pudesse dizer qualquer coisa Tomas já estava lhe dando um pé por cima da cerca. "Tudo bem, mas só um minuto!" disse Kallum. Connor destrancou o portão e levá-los até a casa. "Nós não deveríamos estar fazendo isso guys" Thomas e Connor podia ver que ele Kallum estava preocupado, mas o ignorou, "Ei, olhe as portas já abertas, você acha que alguém vive aqui?" "É alguém que vive no meio de uma floresta sem estradas conectando a ele de modo que nunca e é alérgica ao sol." Connor riu para si mesmo. "Suas piadas parecem nunca de nos surpreender meu amigo que é certa." Eles entraram na casa, era escuro, então nós demos nossos olhos tempo para se adaptar a ele, parecia uma casa normal, como eles estavam andando através das portas, eles ficaram surpresos ao ver que o chão ainda estava em um pedaço! Cada vez que dava um passo parecia que o chão ia ceder ao seu peso. "Tudo bem seus minutos se vamos!" todos eles começaram a caminhar para fora da casa e apenas sobre quando Kallum ia sair pela porta, ouviu alguma coisa, ele mal conseguia entender o que ele acabara de ouvir, mas que soou como "Sorriso". Ele não pensei em nada e continuou a andar para fora do prédio quebrado e continuar o seu caminho para a escola com seus amigos. "O que você está desenhando?" Kallum olhou ao lado dele para ver que Jenny estava debruçado sobre ele, foi um pouco assustador, mas ele ignorou-a e voltou para o seu trabalho. "Eu sei que você não quer falar comigo depois do que aconteceu com Joe e seus amigos." Kallum parou de desenhar e virou-se para olhar para ela, com o rosto vermelho brilhante "Você tinha que dizer-lhe que você não, você não poderia manter sua boca fechada?" "Eu não sabia que ele iria levá-la tão longe Eu juro, se ele ajuda você em qualquer maneira que terminamos mais cedo hoje." Ela deu alguns passos para trás. "Kallum?" Ele se virou para ver Thomas e Connor de pé atrás dele. "Eu não preciso de mais nada desta merda vamos!" Kallum começou a sair Connor e Thomas seguido.
"Ela estava apenas tentando ajudá-lo a homem!" Kallum Thomas ignorou e continuou andando, "Nós estamos aqui" Kallum começou a subir por cima da cerca, Thomas e Connor fez o mesmo. A casa era o mesmo que eles deixaram, tábuas que rangem, vidro quebrado no chão e até mesmo a porta foi deixada aberta. "Nós não temos outro lugar para se encontrar e este é o marco mais próximo para qualquer uma de nossas casas an-". Connor foi cortado por algo cair em cima. Thomas pulou "Que diabos foi isso?" todos eles parou por alguns segundos e depois começou a rir, "Devemos ver o que causou isso?" Tomas parecia preocupado, mas Connor e Kallum ainda estavam rindo. Depois de um tempo eles se acalmou e começou a investigar, foi surpreendente ver que esta casa pode parecer grande de fora, mas era muito pequeno dentro da própria casa. Houve um pequeno corredor e duas portas de cada lado, "Vocês dois ter os dois à direita." Kallum apontou para as portas e, em seguida, Tomas e Connor assentiu. Kallum entrou no quarto e fechou a porta atrás dele e então ele começou a olhar em volta, depois de um tempo olhando em armários e closets e até debaixo da cama, ele notou um livro preto que estava sentado na mesa de cabeceira. Kallum saiu do quarto e entrou na seguinte, foi praticamente o mesmo que o último quarto, mas ele se sentia diferente, o silêncio na sala era tão bem que começou a doer os ouvidos, "Olá?" Kallum senti estúpido imediatamente depois de pensar que ele iria obter uma resposta. o armário no lado oposto começou a abrir Kallum congelou de medo, a porta parou no meio do caminho. Kallum caminhou lentamente para o armário a cada passo que ele dava rangeu fazendo-o sentir-se mais nervoso, ele parou na frente do armário e como ele estava prestes a abri-lo, ele fez uma pausa, ele pegou a maçaneta e, em seguida, puxou-a para ele, mas antes que ele pudesse reagir o armário se abriu "Aarhhh" Thomas e Connor saltou para ele e começou a rir para ele, "Jesus o que o inferno!" depois de um tempo eles se acalmaram e desceu. Sentaram-se à mesa da cozinha e começou a tocar em seus iPods. Depois de um tempo, eles decidiram ir para casa, mas quando Kallum chegou a sua casa, ele olhou para a porta, o livro negro que viu a mesa estava em sua porta, Kallum agarrou-a e olhou ao redor em sua rua para ver se alguém estava olhando para ele , talvez Connor ou Thomas deixou lá como uma brincadeira para assustá-lo, Kallum murmurou para si mesmo "Idiotas". A próxima Kallum dia começou a olhar para o livro que ele encontrou em sua casa no outro dia, "Alguns piada!" o livro só tinha um monte de desenhos do que parecia rostos sorridentes. "É isso que você estava desenhando ontem?" Kallum se virou para ver Jenny inclinando-se sobre ele de novo: "O que você quer?" Kallum fechou o livro e voltou-se para ela. "Eu não quero que se separaram depois do que aconteceu com Joe ple-" Kallum levantou-se e saiu com o livro entre o braço dele, Jenny viu quando ele saiu para a escola. Kallum estava em casa assistindo a vídeos do YouTube em seu computador, já que seus pais estavam fora, ele realmente não tem muito a fazer. Ele ouviu a porta da frente aberta lá embaixo "Hi" Kallum gritou, mas nenhuma resposta: "Oi?" Kallum ainda não recebi uma resposta assim que desci para dar uma olhada. "Olá?" Kallum olhou ao redor, mas não havia ninguém em qualquer lugar para ser encontrado, Kallum caminhou até o lado da cozinha e pegou uma faca de cozinha. Ele começou a caminhar lentamente através de cada um dos quartos segurando a faca em sua mão, quando ele entrou na sala as paredes ao redor dele, de repente começou a deteriorar-se, como se estivesse acontecendo diante de seus olhos, pequenos desenhos começaram a aparecer na parede que parecia os rostos sorridentes que via no livro, de repente, sua visão começou a tremer violentamente e ouviu um grito alto, que estava ficando cada vez mais alto, até que ele não agüentava mais ele caiu no chão e começou a rebolar violentamente. O grito estava começando a tornar-se desistente, em seguida, viu uma figura no lado oposto da sala, ele não poderia vê-lo totalmente, mas ele não era uma pessoa que foi, com certeza, era grande e preto em suas quatro pernas, como ele era prestes a olhar para o seu rosto tornou-se mais alto e estridente, então, parou, ele desmaiou.

Kallum acordei no dia seguinte em uma cama de hospital com seus pais ao lado dele, "Você está bem, filho?" sua mãe olhou para ele. Com um sorriso preocupado em seu rosto. "Onde, onde sou eu?" "Você está no hospital, encontramos você no chão inconsciente." Depois de um tempo conversando com sua família, eles se despediram e ele colocou lá tentando dormir. Os olhos de Kallum começou a abrir, então alguma coisa saltou em seu peito, ele tentou gritar, mas ele cobriu a boca com o braço, que coisa que viu antes de seu rosto, ele tinha aquele sorriso esculpido nela. Ele acordou respirando pesadamente como se algo estivesse sufocando ele, ele olhou para a direita para ver Jenny sentada ao lado dele "Você está bem?". "Por que você é ele" "Eu estou aqui para me desculpar com você, mas a sua muito difícil quando seu ser um babaca ignorante." Kallum riu e eles começaram a conversar.

Poucas semanas depois, o hospital liberou, ele começou a ver Jenny de novo e encontrar-se com seus amigos depois da escola. Kallum tenho um texto de Connor dizendo-lhe para se encontrar na casa de novo, Kallum estava um pouco chateado com isso, porque ele acabou de voltar de lá depois de andar em casa com ele. Ele colocou seu capuz preto e cinza e fez o seu caminho para a casa. "Connor?" ninguém respondeu "Hheeeelllloooooooo?" Kallum pensou que ele fez aqui antes dele, Kallum entrou na cozinha quando de repente algo bateu em sua cabeça, ele caiu no chão e se virou para ver o que aconteceu. "Surpresa!" Kallum soube imediatamente que era, Joe se ajoelhou para ele e puxou uma faca "Você acha que eu não saberia, você realmente acha que eu não saberia que você está tentando roubar a minha menina para longe de mim?" Ele riu e mais quatro figuras saíram atrás dele, ele sabia que dois deles da escola Troy e Daniel, mas os outros dois ele não fez. "Como você me encontrar?" Joe riu "Seguimos você depois da escola e roubaram seu telefone amigos, bem como, o seu roubar ela de mim e eu não posso permitir que isso aconteça". "Eu não estava roubando-la de você, ela só não gosta de você an-". Kallum foi cortado por Joe esfaquear a faca na perna de Kallum. Ele gritou de dor, mas amigos de Joe, incluindo-se apenas riu dele, Kallum começou a respirar pesadamente. Thomas e Connor saiu de trás segurando as facas de cozinha ao lado da porta, Thomas fugiu em Joe mas Troy agarrou-o e atirou-o no chão, Connor correu para Troy e esfaqueou-o no braço, mas Daniel puxou uma arma sob sua casaco e começou a atirar nele, o corpo de Connor caiu no chão como uma boneca de pano. "Você o matou ..." Kallum começou a se levantar, mas Joe só chutei de volta: "Ele não tem que se envolver para isso, mas," Joe saltou longe da faca que Thomas tentou balançar a ele por trás. Joe tomou outra do bolso e Thomas esfaqueado no pescoço. Kallum não perder um segundo, ele puxou a faca de sua perna e soltar Joe chutou no rosto e conseguiu sair dos tiros audição porta atrás dele. "Não o deixe fugir!" Joe e seus amigos correram atrás dele.

Kallum correu pela floresta e acabaram em sua escola, ele correu para o primeiro prédio, viu que era o departamento de DT, ele podia ouvir Joe e seus amigos não muito atrás dele, gritando violentamente. Ele tentou abrir a porta de vidro, mas não se mexeu foi bloqueado, De repente, ele foi agarrado por Daniel e atirado contra a porta. "Precisa de uma mão?" ele riu e começou a espancá-lo contra a porta de vidro até que ele quebrou em pedaços, Daniel agarrou a faca, mas antes que pudesse fazer qualquer coisa Kallum esfaqueou um caco de vidro no pescoço "Morra você cadela!". Mas antes Kallum poderia continuar a esfaqueá-lo mais Joe e seus amigos estavam correndo em direção a ele, Kallum correu para o primeiro quarto ele podia ver. Ele barricado a porta com a mesa e olhou em torno de uma outra arma, eles quebraram a porta e começou a olhar ao redor para ele, "Onde está você?" Joe chutou uma cadeira fora do seu caminho. "Eu sei que você está aqui em algum lugar!" Troy ea outra pessoa encapuzada olhou ao redor na sala de carpinteiro, sem qualquer aviso Kallum pulou para o homem encapuzado e torceu seu pescoço, ele podia ouvir o estalo da coluna como ele fez isso. Troy correu Kallum e prendeu-lo contra uma máquina e começou, a serra começou a se mover e girar, ele começou a cortar toda a bochecha de Kallum quase tocando seus lábios, ele gritou e chutou Troy nas bolas e bateu com a cabeça do outro lado da parede. Kallum pegou uma serra e começou a cortar o pescoço de Troy, ele gritava de terror, mas Kallum apenas riu loucamente. "Três descer dois para ir!" Kallum pensava. Outro amigo Joe entrou e viu o que Kallum estava fazendo para Troy, mas antes que ele pudesse reagir Kallum jogou a faca de Troy em seu estômago, ele gritou tentando gritar, mas Kallum era rápido, ele pegou a faca de sua barriga e cortou seu pescoço . "Onde está você Joe!" "Hahahaha, eu quero jogar!" Kallum perdeu sua sanidade há muito tempo na casa e estava sangrando muito, enquanto caminhava pelos corredores à espera de seu rival a aparecer. Ele se virou para ver Joe pé no lado oposto do corredor que foi salpicado com o sangue dele. "Troy, Mike, Phil que ele está aqui em cima!", "Oh, não se preocupe eles não vão vir aqui em cima tão cedo hahahaha", "Seu filho da puta eu vou te matar!" Joe correu para Kallum mas escorregou no sangue e caiu de cabeça no chão, "Você não leu o sinal? Chão cautela é molhado! Hahahahaha!" Kallum agarrou as mãos de Joe e colocou-o no chão como ele fez para Troy. Kallum começou a cortar o pulso com a serra tico-tico ", Aaahhhhhh" Joe gritava em agonia: "Pare de gritar caso contrário, não consigo ouvir o estalo do osso!" HAHAHAHAHA. "Como Kallum estava prestes a fazer o mesmo com seu pé Joe cortar a faca através da parte inferior da mandíbula do Kallum mas Kallum agarrou seu pulso torceu, tirou a faca da mão dele e esfaqueou-o no pescoço de Joe. Enquanto os olhos de Joe estavam fechando ele podia ver por trás Kallum, uma figura humanóide preto estava atrás Kallum e seu rosto cheio de cicatrizes ", Sshhhhhh não chore, ela vai se juntar a você em breve, afinal a culpa é sua"

Fonte: Creepypasta macabras