Conheça o megalito de Al-Naslaa - dividido ao meio com a mesma precisão de um LASER

24/04/2017 14:07

Localizado no oásis de Tayma, Arábia Saudita, este incrível megálito é chamado de Al-Naslaa. Ele é perfeitamente dividido pela metade e tem símbolos curiosos retratados em sua superfície. Como se já não fosse estranho o suficiente, as duas rochas divididas ao meio - com uma incrível precisão - parecem ter sido cortadas por um laser ou outro tipo de tecnologia avançada..

Imagine andar ao redor do deserto, explorando e descobrindo novas áreas, e do nada se deparar com uma enorme pedra em pé, dividida pela metade por um CORTE RETO PERFEITO. Qual seria a primeira coisa que viria na sua mente? 
 
As pedras em pé de Al-Naslaa são verdadeiramente um grande mistério. Localizadas na Arábia Saudita, as duas pedras divididas ao meio criaram uma grande confusão entre os especialistas desde a sua descoberta.
 
Considerado como um dos petróglifos mais inexplicáveis na superfície do planeta, a anômala rocha maciça é dividida ao meio com extrema precisão. No entanto, de acordo com especialistas, o corte é extremamente semelhante ao que é realizado por laser ou outro tipo de tecnologia avançada. 
 
De acordo com muitos estudiosos esse é um dos maiores mistérios já encontrados pelo homem, e esta incrível estrutura de pedra antiga atrai milhares de turistas a cada ano que vêm a Al-Naslaa para observar a sua perfeição e equilíbrio, o que deu origem a inúmeras teorias que tentam explicar sua origem.
 
A rocha está em perfeito equilíbrio apoiada por duas bases, e o mais estranho é que, é perfeitamente dividida pela metade. Tudo sugere que em algum momento no passado alguem deve ter trabalhado com ferramentas extremamente precisas nesse megalito, e segundo alguns teóricos isso foi realizado com tecnologia muito avançada - possivelmente tecnologia a laser. Isso porque esse megalito é totalmente diferente de outras formações naturais.
 
Cada parte da pedra é sustentada por um tipo de apoio que impede que elas toquem no chão. 
 
As descobertas arqueológicas mostraram que nos tempos antigos a região onde a rocha está localizada era habitada. 
 
O megálito foi descoberto por Charles Huver em 1883, e desde a sua descoberta, tem sido um dos objetos mais debatidos entre os especialistas que dividem opiniões quando o assunto é a sua origem.
 
 
Existem inúmeras teorias para explicar a estranha formação, porem todas não passam de teorias até agora. O corte extremamente preciso, dividindo as duas pedras sem duvida levantou mais perguntas do que respostas.
 
Se quisermos entender sua origem, talvez devêssemos viajar de volta no tempo.
 
 
Segundo relatos, a menção mais antiga da cidade do oásis aparece como "Tiamat" em inscrições assírias que remontam ao século 8 aC. O oásis tornou-se uma cidade próspera, e rica em poços de água e edifícios bonitos.
 
Curiosamente, durante parte do seu reinado, o rei babilônico Nabonidus retirou-se para Tayma para adoração e procura de profecias, confiando a realeza da Babilônia a seu filho, Belsasar.
 
Além disso, os arqueólogos descobriram inscrições cuneiformes possivelmente datando do século VI aC na cidade do oásis. 
 
Como você pode ver, além de ser uma área onde inúmeras descobertas arqueológicas foram feitas, a área onde o incrível megálito de Al-Naslaa está localizado também é rica em história.
 
Dando uma olhada na pedra de Al-Naslaa é dificil dizer qual era seu verdadeiro proposito. Será que a pedra partida em dois (cortada perfeitamente) é resultado das forças da natureza?? Ou ela seria o resultado de tecnologia avançada na antiguidade, tecnologia que hoje esta perdida?

 

Fonte