Cientistas dizem que provavelmente houve uma civilização avançada na Terra, antes de nós

01/05/2016 21:50

Houve uma civilização alienígena com alta tecnologia na Terra, há milhões de anos antes da humanidade ter aparecido?

Provavelmente, dizem os cientistas.

 
 
 
 
 
O estudo (é claro) não é baseado em evidências dessa civilização, mas uma nova versão da famosa Equação de Drake de 1961, a qual calcula o número provável de civilizações inteligentes no Universo.
 
Os cientistas adicionaram dados do satélite Kepler da NASA, o qual procura por planetas, e adaptou a equação para perguntar se houve uma civilização alienígena inteligente, ao invés de perguntar se há uma agora.
 
O novo estudo sugere que, para nós estarmos sós no Universo, as probabilidade da vida desenvolver em planetas alienígenas teriam que ser incrivelmente baixas – uma em 10 bilhões de trilhões.
 
“A questão se as civilizações avançadas existem em outro lugar o Universo sempre tem sido atormentadas com três grandes incertezas na Equação de Drake”, disse Adam Frank, da Universidade de Rochester.
 
“Sabemos por muito tempo quantas estrela aproximadamente existem. Não sabíamos quantos destas estrelas tinham planetas que podiam potencialmente abrigar a vida, com que frequência a vida evolve e chega a gerar seres inteligentes, e quanto tempo qualquer civilização poderia durar antes de se tornar extinta.  
 
“Graças ao satélite Kepler da NASA, e outros pesquisadores, agora sabemos que aproximadamente um quinto das estrelas possuem planetas em suas zonas habitáveis, onde as temperaturas poderiam suportar a vida tal qual conhecemos.  Assim, uma das três grandes incertezas agora foi dominada.
 
“Uma chance em 10 bilhões de trilhões é incrivelmente pequena.  Para mim, isto sugere que outras espécies inteligentes, produtoras de tecnologia muito provavelmente evoluíram antes de nós.  Pense nisto desta forma: Perante nossos resultados, você seria considerado um pessimista se imaginasse que a probabilidade de evoluir uma civilização num planeta habitável seria, digamos, uma em um trilhão. Mas mesmo esta estimativa, uma chance em um trilhão, significa que aquilo que aconteceu aqui na Terra com a humanidade, de fato aconteceu aproximadamente 10 bilhões de outras vezes na história do cosmos.”