Cientistas alertam: futuramente a lua estará em rota colisão com a Terra

06/02/2017 10:35

Os cientistas emitiram um aviso severo que diz que no futuro a lua da Terra estará em curso de colisão com nosso planeta. Os cientistas afirmam que, como resultado da 'força de maré' - a forma como a força gravitacional da lua "brinca" com o oceano terrestre, o que acaba causando as marés - a lua lentamente começará a se mover para a Terra e eventualmente colidirá com o planeta.

 
 
 
De acordo com especialistas, a Terra e a lua irão colidir em um evento que será catastrófico para ambos os corpos celestes.
 
Mesmo que a nossa lua esteja se afastando da Terra em uma taxa aproximada de quase 4 centímetros por ano, os cientistas emitiram um alerta alegando que a lua poderia sim se chocar com nosso planeta.
 
Os cientistas afirmam que, como resultado da 'força de maré' - a forma como a força gravitacional da lua "brinca" com o oceano terrestre, o que acaba causando as marés - a lua lentamente começará a se mover em direção a Terra e eventualmente colidirá com o nosso planeta.
 
Segundo o que Jason Barnes (um cientista planetário da Universidade de Idaho) disse a Forbes: "O estado final da evolução das marés no sistema Terra-Lua será de fato o inspiral da lua e sua subseqüente colisão na Terra."
 
Os cientistas dizem que o período de rotação do nosso planeta irá abrandar e corresponder ao período orbital da lua. Quando isso ocorre, a atração gravitacional do nosso planeta vai puxar a lua, o que fará com que ela comece lentamente a ir em nossa direção.
 
"Eventualmente, [a Lua] iria ficar tão perto que se tornaria um 'espiral para dentro', dissipando sua energia cinética orbital em uma colisão espetacular e fusão com a Terra", disse Barnes.
 
No entanto, os cientistas alertam que isso só vai ocorrer mais para o futuro (em 65 bilhões de anos mais precisamente)...
 
Porem, em 65 bilhões de anos, as coisas no nosso sistema solar poderão estar perto do fim. Até então, o sol terá alcançado sua fase gigante vermelha, que é o fim de sua vida onde começará a expandir-se, eventualmente engolindo a maioria de nosso sistema solar.