Chan Chan, a maior cidade pré-colombiana na América do Sul

19/07/2016 16:24
 
 
 
O Estado de Chimu ou também chamado o "Reino de Chimor" foi uma civilização andina estabelecida no Peru á cerca de 850 AD. Foi uma das culturas conquistadas pelos incas em 1470. Sua capital, Chan Chan, era a maior cidade pré-colombiana na América do Sul. Localizada hoje na região de La Libertad cerca de cinco quilômetros a oeste de Trujillo.
 
Esta antiga cidade cobre um escalonamento de vinte quilômetros quadrados com um centro urbano denso de seis quilômetros quadrados. Foi uma capital imperial, e chamada de casa por mais de cinquenta mil pessoas.
 
 
As ruínas de Chan Chan estão em uma boa condição, principalmente devido ao fato de que a região não tem muita chuva. É uma cidade construída de tijolos de adobe, uma das maiores cidades de adobe do mundo na verdade. O centro da cidade é incrível, a concepção e arquitetura presentes em Chan Chan não podem ser comparadas a nada de tão únicas que são.
 
Arqueólogos descobriram templos piramidais, cemitérios, jardins, reservatórios e salas simetricamente arranjadas no centro da cidade, que consistiam de várias cidadelas com muradas.
 
 
A economia desta incrível cidade era baseada na agricultura, apoiada por um complexo sistema de irrigação que foi muito necessária em uma região que era extremamente seca. A área onde a cidade está hoje, acredita-se ter sido extremamente fértil devido ao sistema de irrigação que trouxe água do Rio Moche. Sinais dos sistemas de irrigação agrícolas foram encontrados mais ao norte, leste e oeste da cidade e eram extremamente extensas. Arqueólogos batizaram esta cidade antiga como uma obra-prima absoluta de planejamento urbano.
 
 
O acesso a um fornecimento regular de água foi fundamental na fundação da cidade, e sua existência dependia exclusivamente sobre o desenvolvimento de um complexo sistema de irrigação. A antiga cidade de Chan Chan foi escavada pela primeira vez em 1960 porém uma grande parte desta cidade ainda estava para ser descoberta. Entre os seus cidadãos, os arqueólogos sugerem que artesãos altamente talentosos moravam em Chan Chan produzindo tecidos finos, ouro, prata e objetos de cobre.
 
 
O império Chimu era bem conhecido por suas cidades extremamente bem planejadas, com grandes edifícios de topo achatado para a nobreza e as pirâmides de adobe incrivelmente bem decoradas que serviram como templos. Seus templos foram decorados com itens de ouro que foram fabricadas com cuidados extremos para que o resultado final fosse perfeito.
 
 
Segundo os arqueólogos, os seus vastos conhecimentos em irrigação, arquitetura e design poderiam ter sido atribuídos ao fato de que os Mochica, (uma cultura que antecede a Chimu) migraram da América Central para esta região trazendo esse amplo conhecimento de uma civilização mais avançada, como a civilização Maya. Diz a lenda que Chan Chan foi fundada por volta de 850 dC pela figura de Taycanamo, que veio em um barco acompanhado por uma frota real. Depois de ter estabelecido a cidade, Taycanamo deixou seu filho, Si-Um encarregado da cidade e desapareceu no horizonte ocidental. Outra lenda, talvez mais mitológica diz que a cidade foi fundada por um dragão, criador do sol e da lua, cuja manifestação terrestre era um arco-íris. Ao contrário dos incas que adoravam o Sol, a cultura Chimu viram o sol como um destruidor, provavelmente devido ao seu ambiente deserto. No entanto a cultura Chimu adorava a lua.
 
 
Ainda que esteja agora localizada dentre paredes em ruínas, "Tschudi temple citadel" é possivelmente um dos lugares que você tem que visitar nessa antiga cidade. Ao sentar num dos "quartos" e sussurrar, você pode perceber um efeito de som acústico incomum, o que torna esta sala simplesmente projetada para amplificar todos os sons, parecendo que todos os quartos estão conectados.
 
 
Um dos mais belos templos Chimu é Huaca La Esmeralda, que foi descoberto acidentalmente em 1925, está localizada a apenas alguns quilômetros antes do "Tschudi Temple", este templo sagrado localizado na orla da cidade, acredita-se ter sido construído no XII ou início do século XIII.
 

Mapa