O Mistério de Hessdalen

05/08/2014 22:45

Luzes misteriosas aparecem no Vale de Hessdalen, na Noruega a décadas. É o único lugar do planeta a ter um observatório que monitora 24 horas por dia o local em busca de registros das luzes não identificadas que aparecem na região.

 

O Vale de Hessdalen

 
 
 
 
O cenário é de filme, maravilhoso. A temperatura nem tanto. Estamos falando de um pequeno vale localizado a 40 km da cidade de Roros, na Noruega, chamado de Hessdalen. Ele tem 15 km de extensão, sendo cortado pela rodovia Fv576, onde se situam as casas, bem espaçadas umas das outras, em sua maioria. O povoado é pequeno, com menos de 200 habitantes vivendo atualmente nele. A rodovia e as casas são cercadas pelas montanhas Ratvollfjellet, Rognefjell e Stordalshogda, que estão entre 900 e 1.000 m acima do nível do mar. Existem dois lagos ao sul, o Hersjoen e Oyungen. É nesse local que aparecem misteriosas luzes, que os cientistas tentam explicar faz 3 décadas, sem êxito.
 

As Misteriosas Luzes

Os primeiros registros de que luzes incomuns apareciam no vale de Hessdalen começaram em 1940 ou até antes.

As luzes surgem de qualquer local e em sua maioria são brancas. Sua altitude também varia. Há registros que incluem luzes vistas um pouco acima do telhado das casas, como bem altas no céu, mas a maioria é vista um pouco acima das árvores.

 

Elas ocorrem com maior intensidade no inverno, sendo que no verão quase não são registradas, devido a posição geográfica, no verão o local quase não tem noite, é sempre dia praticamente, o que dificulta o registro.

As luzes foram divididas em 3 categorias:

 

 

1ª Categoria: Luzes grandes e amarelas que ficam no céu por até 2 horas!

 

 

2ª Categoria: Flashs brancos e azuis que se movimentam pelo céu rapidamente.

 

 

3ª Categoria: Luzes que parecem atrair outros pontos luminosos.

 

As luzes apareciam esporadicamente, mas a partir de dezembro de 1981 até o verão de 1984 a coisa ficou séria. Foram registradas de 20 a 28 luzes por mês! Com isso, muitos curiosos se dirigiram ao local e ficaram de olhos atentos. A chance de ver algo sobrenatural era grande. O fato chamou a atenção de pesquisadores, que resolveram investigá-las rápidamente.

 

O Projeto Hessdalen e a Automatic Measurement Station (AMS)

Um time de pesquisadores formados pela Universidade de Oslo, Universidade de Bergen e pela Universidade de Trondheim propôs em 3 de agosto de 1983 um esboço do projeto para estudar as luzes. Em 19 de novembro eles o apresentaram aos moradores do vale e na primeira quinzena de 1984, foram distribuídos para eles um formulário simples para preenchimento. O trabalho de campo começou em 21 de janeiro de 1984 e terminou em 26 de fevereiro.
 

Com base nos formulários dos moradores e os coletados na pesquisa de campo, o cientista Erling Strand apresentou o relatório final.

 

O projeto ficou conhecido como "Projeto Hessdalen".

Depois de 1984, a quantidade de luzes vistas diminui de 20 por mês para 20 por ano, mas ainda assim aconteciam.

 

Em 1993 a Østfold University College resgata o projeto Hessdalen. Um grupo de estudantes da Universidade, que muda de tempos em tempos, começou o projeto ambicioso e em 1998 inauguraram a Estação de Medição Automática de Hessdalen [Automatic Measurement Station, AMS] que hoje é responsável por monitorar com câmeras e radares o vale 24 horas por dia.
Com a instalação da AMS, os radares instalados nele registram luzes que se deslocam por mais de 30 mil quilômetros por hora!

 

 

O AMS fica sob os cuidados de uma equipe de estudantes da Østfold University College e vigia 24 horas o local com câmeras e radares

 

O que são as Luzes? Algumas Explicações

Algumas luzes são explicadas como corpos astronômicos, aeronaves, faróis de carros, e miragens. Mas as que desafiam a lógica? Bem, para muitos a resposta é simples: são OVNIs! 
 
"Para reforçar a teses, no topo da montanha uma placa de terra de 2 toneladas foi retirada com um corte cirúrgico. Nenhuma máquina foi usada e até hoje ninguém sabe o que ouve."
 

Algumas Imagens

 

Explore o local com o Google Maps

Foi difícil, mas consegui encontrar o exato local onde fica a AMS. Não consegui incorporar ele com a visão do Google Street View aqui, por isso segue o link. Na tela que abrir, você estará exatamente de frente para o vale que as câmeras monitoram. Gire 180º e veja as antenas e um pedaço da AMS.


 

 

Leia mais Mistérios / Clique na imagem