Agencia espacial da URSS anuncia aterrissagem de ÓVNI... O pouso do óvni foi um fato, não é fantasia, insistem os russos

15/10/2017 13:50
 
 
A agência oficial de notícias Tass, da Rússia, anunciou em um dia como este, no ano de 1989, que cientistas haviam confirmado o pouso de uma nave alienígena, com indivíduos gigantes de cabeças minúsculas, em um parque da cidade de Voronezh, que fica a 300 quilômetros ao sudeste de Moscou.
 
A agência Tass disse que os moradores de Voronezh viram uma grande bola brilhante, ou disco, pairando sobre o parque. Eles relataram que o óvni pousou e até três criaturas semelhantes aos seres humanos surgiram, acompanhadas de um pequeno robô. "Os aliens tinham entre três e quatro metros de altura, mas com cabeças muito pequenas", relatou a agência, de acordo com uma testemunha. Os extraterrestres teriam andando perto do disco e, em seguida, "desapareceram no seu interior."
 
O relatório foi semelhante a uma história contada no ano anterior na Rússia pelo jornal "Indústria Socialista", que falou de um suposto "encontro imediato" entre uma produtora de leite, chamada Lyubov Medvedev, e um extraterrestre na região de Perm, no centro da Rússia. De acordo com ela, a criatura era "semelhante a um homem, mas mais alto do que a média, com pernas curtas". O ser, ainda segundo relato de Medvedev, "tinha apenas um pequeno botão em vez de uma cabeça. "
 
O relatório Tass, que não forneceu a data exata de quando teria ocorrido a suposta aterrissagem do óvni em Voronezh, disse que as testemunhas "ficaram aterrorizadas durante vários dias por causa das cenas presenciadas".
 
 
 
Genrikh Silanov, chefe do Laboratório de Geofísica Voronezh, disse à agência que investigações apontaram uma depressão de 18,2 metros, com quatro dentes cravados, e dois pedaços de rochas não identificados. Ele disse que uma análise inicial dos minerais indicou que os compostos destas pedras não seriam terrestres. A reportagem da Tass acrescentava ainda que moradores relataram outros avistamentos recentes, de objetos com formato alongado (charuto) no céu.
 
A reportagem da agência russa repercutiu pelo mundo. O jornal The New York Times publicou um artigo sobre o comunicado da Tass, no dia 11, com o seguinte título "U.F.O. Landing Is Fact, Not Fantasy, the Russians Insist" ("Pouso de óvni é um fato, não é fantasia, insistem os russos", numa tradução livre).