10 pinturas históricas que mostram supostos OVNIS

03/05/2016 23:08
Já houve quem achasse a presença de OVNIS e visitantes do espaço em pinturas rupestres nas paredes de cavernas. Mas, aparentemente, essas imagens (ou, pelo menos, quem acredite nelas) também aparecem em peças de arte clássicas, particularmente aquelas que retratam eventos divinos. Será que existe uma conexão genuína entre a atividade divina e os alienígenas? De acordo com um grupo de pessoas, estas 10 peças clássicas de obras de arte mostram claramente OVNIS:
 

10. A anunciação com Santo Emídio – 1486

 
 
A anunciação com Santo Emídio, pintado em 1486 pelo artista italiano Carlo Crivelli, mostra a Virgem Maria pouco antes dela perceber que vai dar à luz a Jesus, o salvador.
O feixe de luz vindo de um círculo no céu em direção à cabeça de Maria é explicado pela maioria dos críticos de arte tradicionais e historiadores como a auréola do Senhor projetando-se em Maria.
No entanto, entusiastas da vida fora da Terra interpretam a figura como um OVNI em forma de disco. A crença deles é que Jesus não era divino. Em vez disso, seria o resultado de engenharia genética e a “implantação” de uma criança na imaculada concepção.
Supostamente, Jesus foi sequestrado e colocado lá por uma raça alienígena. Pois é.
Eles argumentam que o feixe de luz que atinge Maria enquanto ela está dentro de casa é consistente com abduções alienígenas modernas. Muitas pessoas que afirmam ter sido raptadas dizem que estavam dentro de suas casas, quando uma estranha luz brilhou do lado de fora.
 

9. A crucificação de Cristo (Kosovo) – 1350

 
 
A crucificação de Cristo, que pende acima do altar do Mosteiro Decani Visoki, no Kosovo, retrata a crucificação de Jesus Cristo com um círculo claro pairando no ar em cada canto da pintura.
Ainda mais estranho, uma pessoa parece estar pilotando cada um dos OVNIS. O piloto no canto superior direito está olhando para a “aeronave” atrás dele, como se estivesse sendo perseguido. Ambos os pilotos parecem estar vestidos em trajes espaciais. A falta de auréola perto deles parece excluir a possibilidade de que sejam seres divinos.
Teóricos tradicionais têm sugerido que os supostos OVNIS são símbolos do sol e da lua. No entanto, a igreja cristã não reconhece o sol ou a lua como divindades ou seres divinos. Na época em que esta pintura foi criada, esta sugestão seria considerada blasfêmia e poderia ter resultado na condenação à morte da pessoa que a fez.
 

8. O batismo de Cristo – 1710

 
 
O Batismo de Cristo, pintado pelo artista holandês Aert de Gelde em 1710, mostra um objeto em forma de disco que brilha vários feixes de luz em direção à cena do batismo logo abaixo.
Gelde era um estudioso de Rembrandt. Alguns acreditam que isso teria dado ao artista holandês acesso a arquivos de arte do Vaticano e seus “conhecimentos secretos”. Como resultado, muitas pessoas acreditam que as pinturas de Gelde, especialmente esta, estão habilmente transmitindo esse conhecimento secreto para o público.
Se isso é verdade ou não, é algo aberto ao debate. Mas quatro colunas de luz (em vez de um único raio) emanando do círculo parecem sugerir que ele seria mesmo um objeto.
A pintura atualmente está no Museu Fitzwilliam, em Cambridge, Reino Unido.
 

7. A Madonna com São Giovannino – final dos anos 1400

 
 
Na pintura A Madonna com São Giovannino, um suposto OVNI está acima e atrás do ombro esquerdo da Madonna. Um homem está olhando para ele. Seu cão parece estar latindo para ele, o que sugere que o objeto não é divino.
Raios de luz aparecem em torno da coisa. A posição da Madonna em relação aos seus filhos levou alguns a sugerir que ela está protegendo-os do estranho objeto. Sua auréola também parece estar mais escura e mais fraca neste quadro em particular. Será que isso poderia estar relacionado com o objeto no céu atrás dela? Será que ele tem um efeito diminutivo?
Outra teoria é que o objeto seria simplesmente um símbolo de Domenico Ghirlandaio, o artista. Acredita-se que ele pintou a obra durante a segunda metade do século 15, embora outros pesquisadores a tenham atribuído a Jacopo del Sellaio ou Sebastiano Mainardi.
 

6. Triunfo da tapeçaria de verão – 1538

 
 
O triunfo da tapeçaria de verão, pintada em Bruges, na Bélgica, em 1538, mostra vários objetos que se parecem com OVNIS modernos. No canto superior esquerdo da tapeçaria, vários objetos em forma de pires parecem ter seções, quase como se fossem cockpits.
Como não existem símbolos religiosos conhecidos que se pareçam com isso, há de se supor que esses objetos não simbolizam algo divino. A peça parece representar a ascensão de um governante ao poder, por isso é difícil ver a ligação entre esta cena e as estranhas naves.
No entanto, é possível que a conexão não seja nada mais do que o artista recriando um fenômeno natural que ele tinha visto anteriormente. Hoje, esta tapeçaria pode ser vista no Bayerisches Nationalmuseum, na Alemanha.
 

5. La Tebaide – meados da década de 1400

 
 
Pintada em meados do século 15, La Tebaide (também conhecida como “Cena di vita eremitica”) é uma montagem de cenas que mostram vários aspectos e crenças da vida monástica. Parte da imagem mostra Jesus na cruz, e muitos entusiastas com uma visão apurada observaram um pequeno OVNI em forma de disco vermelho no fundo da cena.
Os céticos afirmam que o objeto vermelho em forma de disco é nada mais do que um chapéu cardinalício tradicional, que pertence a São Jerônimo, a pessoa ajoelhada diante da cruz.
 
Por outro lado, ufologistas acreditam que as trilhas vermelhas que se projetam a partir do “OVNI” mostrariam os seus movimentos irregulares. No entanto, as trilhas são provavelmente apenas as borlas do chapéu. Além disso, este chapéu aparece em muitas outras pinturas de São Jerônimo. Como nesta foto, o chapéu é geralmente encontrado perto dele.
La Tebaide está atualmente em exposição na Academia de Florença, na Itália.
 
 

4. O milagre da neve – 1428-1432

 
 
O milagre da neve, do pintor Masolino, supostamente retrata uma lenda que fala sobre uma queda de neve que ocorreu em Roma em um dia de verão em agosto, no século IV.
Enquanto os habitantes da cidade investigam este clima incomum, Jesus e Maria sentam-se em uma nuvem para observar a cena. Embora se possa argumentar que a nuvem representa o céu, há muitas “nuvens” em forma de disco que enchem o céu atrás da nuvem de Jesus e Maria.
Será que um artista que prestou atenção aos detalhes em todos os outros aspectos da sua obra pintaria uma nuvem de uma forma tão simplista? Ufologistas tendem a pensar que não, e sugerem que estas nuvens são OVNIS que podem ter sido parte da lenda.
Esta teoria ganha alguma credibilidade porque a atividade de OVNIS tem sido associada a voltas estranhas no clima às vezes. Por exemplo, em 27 de outubro de 1954, várias embarcações em forma de ovo foram vistas voando pelo céu no meio da tarde em Florença.
Em um ponto, os OVNIS sobrevoaram um estádio de futebol, como se estivessem observando os eventos abaixo. Muitas testemunhas descreveram um “glitter prata” que começou a cair do céu conforme os objetos estranhos sobrevoavam a área. O brilho parecia semelhante a flocos de neve quando examinados no chão.
 
 

3. “Israel, coloque a sua esperança no Senhor” – 1600

 
 
Esta pintura misteriosa representa um objeto em forma de disco gigante acima de uma igreja em chamas. A pintura atualmente se encontra na Igreja do Mosteiro Dominicano em Sighisoara, Romênia.
Esta localização é na região lendária da Transilvânia, que foi o berço de Vlad III, príncipe da Valáquia. Você pode conhecê-lo melhor como “Vlad o Empalador” ou “Vlad III Drácula” – o mesmo Drácula que inspirou o romance clássico de Bram Stoker em 1897.
Não se sabe se existe uma ligação entre Drácula e a pintura. Embora historiadores argumentem que o objeto em forma de disco é nada mais do que um escudo, tanto o seu tamanho quanto a fumaça que parece estar se arrastando para fora dele sugerem o contrário.
Embora não se saiba exatamente quando a pintura foi criada ou por quem, a legenda em alemão abaixo se lê: Israel, hoffe auf den Herrn (“Israel, coloque a sua esperança no Senhor”). Como a Bíblia não foi traduzida para o alemão até 1523 e um incêndio destruiu o mosteiro original no século 17, a pintura foi provavelmente criada após esses dois eventos.
 
 

2. Glorificação da Eucaristia – fim dos anos 1600

 
 
Algumas pessoas acreditam que a glorificação da Eucaristia, que foi pintada por Ventura Salimbeni por volta de 1600, após ter sido encomendada pela Igreja de San Pietro de Montalcino, sugere a possibilidade de vida alienígena ou viagens no tempo.
 
A teoria é que o objeto em forma de globo posicionado entre Jesus e o Santo Padre, na parte superior da pintura, é um dispositivo de monitoramento. Na verdade, um “olho” telescópico pode ser visto no canto inferior esquerdo da esfera.
Outros apontam para as semelhanças na aparência entre o mundo e Sputnik 1, o primeiro satélite que foi lançado para o espaço. Essas pessoas sugerem que o artista poderia prever o futuro ou viajou através do tempo e viu o futuro em primeira mão.
Os historiadores sugerem que o objeto é um “globo da criação” e que as “antenas” são as varinhas de Jesus e do Senhor. Os críticos dessa teoria dizem que não há estrelas no globo da criação e que ele parece ter um acabamento metálico, sugerindo que é artificial e não divino.
 
 

1. A crucificação de Cristo (Geórgia) – por volta de 1600

 
 
Assim como a crucificação de Cristo de Kosovo, que foi mencionado acima, a crucificação de Cristo que fica na catedral Svetishoveli, em Mtskheta, na Geórgia, mostra claramente um objeto voador em ambos os lados da cruz. Quando você olha atentamente para os dois OVNIS, cada um contém um rosto, como se alguém estivesse pilotando cada embarcação.
Esta ideia de alienígenas estarem presentes em tais eventos importantes na vida de Jesus faz sentido para alguns teóricos, que acreditam firmemente que ele era um híbrido de humano e alienígena.
Segundo eles, a mãe humana de Jesus, Maria, foi inseminada artificialmente com um feto que continha DNA alienígena. Eles também afirmam que o “Anjo Gabriel” era na verdade um alienígena de carne e osso que realizou o procedimento convencendo Maria que era um sonho e que ele era um mensageiro do Senhor.
Se for verdade, isso também faria de Maria uma das primeiras pessoas abduzidas da história.
 

Fonte