A Última Casa da Ilha Holanda - A História de uma das Ruínas mais Conhecidas da Web

26/01/2015 17:17

Figura repetida em listas sobre lugares abandonados que rodam pela web, hoje o curionautas.com.br decidiu trazer a história do que foi essa ilha, onde estava localizada essa casinha e o que aconteceu com ela.
Holland Island está localizada na Baía de Chesapeake, no estreito de Holanda, entre Bloodsworth Island e Smith Island, a 6 milhas (9.65) a oeste de Wenona, Maryland, EUA. A ilha possuiu uma vez, quase 10 quilômetros de comprimento e 2 quilômetros e meio de largura, habitada por barqueiros e agricultores em uma próspera comunidade de pesca.
 
Mas ao longo das décadas, a subida das águas da baía e o afundamento natural do terreno, devoraram a ilha até que não sobrasse quase nada, mas apenas uma mancha de terra no mar. A última casa em Holland Island, se manteve desafiadoramente por mais de um século até o seu colapso total em outubro de 2010.
 
A última casa em Holland Island, em Outubro de 2009. 
Holland Island foi estabelecida originalmente em 1600, tendo o seu nome a partir do primeiro proprietário do imóvel Daniel Holland. Em 1850, a primeira comunidade de famílias de pescadores e agricultores aportaram na ilha. Em 1910, a ilha tinha cerca de 360 ​​habitantes, tornando-se uma das ilhas mais povoadas de Chesapeake Bay.
 
Holland Island em 18 de outubro de 1953
No seu auge, a ilha chegou a ter 70 casas, várias lojas, um posto de correios, uma escola de duas salas com dois professores, uma igreja e um centro comunitário. Tinha seu próprio time de beisebol e um médico. Os moradores se sustentavam principalmente da coleta de ostras, pesca do sável e do caranguejo. Sua frota de barcos de trabalho incluiu 41 barcos skipjacks, 10 escunas e 36 Bugeyes, alguns dos quais foram construídos na ilha.
 
Por volta de 1920, a erosão do vento e das marés estavam cobrando sua cota da ilha. Como outras ilhas da baía de Chesapeake, Holland Island é essencialmente constituída de argila e silte, não de rocha, tornando-se propensa à erosão. Os moradores tentaram importar pedras para construir muros ao longo da costa e até mesmo afundaram alguns barcos antigos para retardar a erosão, mas com falta de equipamentos e técnicas modernas, os seus esforços falharam.
 
A maioria dos residentes da Ilha foram forçados a deixá-la e muitos outros desmontaram suas casas e levaram para o continente. Em agosto de 1918, uma tempestade tropical atingiu a baía, quase destruindo a igreja e levando as últimas famílias que deixaram o lugar em 1922. Mais e mais casas começaram a desaparecer sob a água, até que todas se foram, mas apenas uma permaneceu.
 
Holland Island ficou abandonada e negligenciada até 1995, quando Stephen White, um ministro metodista e ex-barqueiro que cresceu na ilha, comprou a casa por US $ 70.000 (179 mil reais) e tentou preservar o seu legado, criando a Holland Island Preservation Foundation. Ao longo dos seguintes 15 anos, o Sr. White gastou quase US $ 150.000 (385 mil reais) em esforços para salvar a ilha construindo um dique com sacos de areia, madeira e até mesmo uma barca velha.
 
Os valentes esforços de Stephen White foram em vão. Em meados de outubro de 2010, a casa finalmente sucumbiu às intempéries e ruiu em uma pilha. Ao longo dos seguintes meses, a água levou embora os destroços, peça por peça, até que um ano depois, a subida das águas havia engolido quase que completamente a Ilha Holland.
 
Fonte : Curionautas