A misteriosa ilha que aparecia e desaparecia inexplicavelmente, e ainda teria abrigado uma raça avançada de humanoides..

21/05/2017 10:34

A misteriosa ilha se tornou conhecida aos viajantes europeus que atravessavam os mares centenas de anos atrás. Ela era chamada Hy-Brasil, um local onde diziam ter sido a residência de uma raça avançada de humanoides com poderes indescritiveis. A ilha aparece em vários mapas desde o ano de 1325, até os anos 1800, e estaria localizada por volta de 320 km ao oeste da costa da Irlanda.

 
 
Alguns marinheiros decidiram encontrar a ilha, mas aparentemente ela só se mostrava em determinadas ocasiões, e suas exatas coordenadas variam a maior parte do tempo, embora tenha sido reportada na mesma área do Atlântico Norte. No folclore irlandês, Hy-Brasil seria encoberta por uma espessa neblina, exceto por um único dia a cada sete anos, quando era visível.
 
Seu nome é derivado da palavra 'Breasal', a qual é traduzida como “Rei Alto do Mundo” no dialeto celta. O primeiro cartógrafo a marcá-la no mapa em 1325 foi o genovês Angelino Dulcert. Ele usou o termo ‘Bracile‘, porém, mais além, em 1375, o Atlas Catalão se referiu à ilha como “Illa de Brasil“, e a ilustrou como duas ilhas distintas.
 
 

Multiplas aparições e desaparecimentos

 
Ela continuou a espalhar seu mistério quando, em 1436, apareceu no mapa veneziano do cartógrafo Andrea Bianco, como “Sola de Brasil”.  A ilha esteve novamente presente em 1595, no Mapa Ortelius da Europa, e no Mapa Europa Mercator, e também em diferentes mapas nos anos seguintes, embora em localizações levemente diferentes.
 
Intrigados pelo que poderiam encontrar ao chegarem em Hy-Brasil, os marinheiros iam em massa até as supostas localizações - porem sem sucesso. Em 1481, foi a vez de Trinity e George, que zarparam com dois navios do mesmo local na Inglaterra, somente para retornarem com mãos vazias como os outros que tinham buscado o local até então.
 
Porém, nem todos os viajantes de Bristol davam azar pois um dos registros lembra do diplomata espanhol Pedro de Ayala, que disse aos Monarcas Católicos da Espanha sobre John Cabot (o primeiro europeu a visitar a América do Norte desde os Vikings) e sua tentativa de sucesso para encontrar a notória ilha.
 
 
Outro marinheiro de sorte foi o capitão escocês do mar, John Nisbet, que encontrou a ilha Hy-Brasil por acaso enquanto viajava da França para a Irlanda no ano de 1674. Ao ver a ilustre ilha, ele disse ter enviado quatro homens para sua costa. Supostamente, os marinheiros ficaram um dia todo na ilha.
 
Houve uma segunda expedição liderada por Alexander Johnson, que demorou o mesmo tempo e confirmou os testemunhos de Nisbet.
 
Depois, nada é mencionado sobre a bizarra ilha até 1872, quando Robert O’Flaherty e T. J. Westropp alegaram ter colocado os pés na ilha. Na verdade, Westropp mencionou a respeito de ter visitado Hy-Brasil em três ocasiões. Para que as pessoas acreditassem em suas alegações, ele levou uma família inteira lá para testemunhar a misteriosa ilha com seus próprios olhos.
 
Hy-Brasil aparece em numeroso mitos, e em vários mapas, assim é provável que pelo menos haja um grão de verdade no fundo de tudo isso. Alguns dizem que a ilha é o lar de deuses irlandeses, outros acreditam que ela seja habitada por uma civilização avançada, talvez até mesmo de origem extraterrestre.
 
 

Registro mais recente ligado a OVNIs

 
Embora nenhum registro moderno mencione Hy-Brasil, e a ilha tampouco aparece nos mapas, há um evento na história recente que faz uma referência direta à ela.
 
No que é conhecido como o “O Roswell Britânico“, um oficial militar recebeu as coordenada de Hy-Brasil de forma muito peculiar. Após uma bizarra nave ter sido avistada fora da base militar estadunidense na floresta de Rendlesham, no Reino Unido, próximo de uma instalação nuclear, o Sargento Jim Pennistone saiu para investigar e realmente descobriu um disco voador.  Ao tocá-lo, uma mensagem telepática consistindo de 16 páginas de código binário foi impressa em sua mente.
 
Após Penniston ter traduzido o código nos anos que se seguiram, ele descobriu várias coordenadas que enviavam a locais icônicos, tais como a Pirâmide de Gizé e as Linhas de Nazca. O que é mais peculiar, foi que o topo e o fundo da transcrição começavam com as coordenadas de Hy-Brasil, ou pelo menos o local comumente referido pelos marinheiros através dos anos - o que sem duvida pode ser uma prova de que a possivel ilha esteja relacionada com extraterrestres. Um inexplicável ano de origem de 8100 também fazia parte da mensagem decodificada.
 
Há vários mapas revelando a misteriosa Hy-Brasil, mas já que nenhuma evidência recente de sua existência foi encontrada, os historiadores tradicionais se referem ao caso como sendo um erro de localização.