A marca da história: Os incríveis selos cilíndricos dos sumérios antigos

12/04/2017 10:31

Os antigos selos cilíndricos sumérios são considerados sem sombra de dúvida alguns dos objetos mais interessantes já recuperados da Antiga Mesopotâmia. O selo cilíndrico é um objeto pequeno decorado com imagens, palavras, ou em alguns casos ambos, gravado em sua superfície.

 
 
O selo cilíndrico é um objeto pequeno decorado com imagens de diversos tipos, palavras, ou em alguns casos ambos, gravado em sua superfície de maneira 'intrincada'. Selos cilíndricos são importantes para os estudiosos, uma vez que alguns contam parte da história sobre a civilização. Os antigos selos cilíndricos sumérios deixaram uma marca verdadeira na história.
 
Os selos sumérios antigos são aplicados rolando eles na argila fresca, deixando para trás uma impressão.
 
Quando a argila finalmente seca, a imagem do selo fica refletida na sua superfície da argila já endurecida. Estes selos foram usados na antiga Suméria para uma variedade de propósitos, incluindo transações comerciais, decoração e correspondência. O selo foi considerado como uma parte extremamente importante da vida diária na Antiga Mesopotâmia.
 
Selos eram conhecidos como kishib em Sumeriano e kunukku em Acadiano e foram utilizados por todo o mundo...
 
Os selos foram feitos por um 'cortador de selo' conhecido como burgul em sumério e como purkullu na língua Acadiana
 
As imagens deixadas para trás pelos selos em superfícies de argila eram bastante complexas e bonitas, algumas complicadas de se entender.
 
Selos cilíndricos foram utilizados por culturas do Próximo-Oriente, incluindo os sumérios, acadianos, hititas e persas.
 
Segundo os especialistas, esses objetos intrincados se originaram no período neolítico, por volta de 7600-6000 aC, na moderna Síria.
 
 
Os selos cilíndricos sumérios eram geralmente criados de pedras (às vezes pedras semipreciosas) de diferentes tipos. Os antigos utilizavam ametista, obsidiana, hematita entre outros elementos. No entanto, os especialistas observaram que outros materiais como o vidro, cerâmica, ouro, prata, madeira, osso e marfim também foram usados nos tempos antigos para produzir esses objetos.
 
Além de serem considerados símbolos de 'status' e amuletos, os antigos selos cilíndricos sumérios também tinham outros usos práticos.
 
Eles foram usados para assinar documentos importantes escritos em tábuas de argila :  usando o selo para fazer uma impressão na superfície de uma barra fresca de argila, o indivíduo poderia se certificar que o documento era genuíno.
 
 
Esta necessidade de autenticar os documentos aconteceu com o aumento da burocracia que ocorreu na Mesopotâmia, especialmente nas partes sul, ao longo do quarto milênio aC. 
 
Nos negócios e no comércio, selos cilíndricos foram usados para certificar que os bens armazenados não foram adulterados ou roubados. 
 
O projeto dos selos cilíndricos sempre despertou grande interesse entre os especialistas, principalmente por causa das intrincadas esculturas cobrindo diversos tipos de tema. 
 
Conforme o que os especialistas observaram, os símbolos eram geralmente focados em três temas principais: combate, banquetes e temas religiosos.
 
Em sua superfície, podemos ver divindades, seres humanos, plantas, animais e iconografias religiosas (em alguns casos segundo alguns teoricos podemos encontrar tambem representações de OVNIs). Entre outros projetos que podem ser observados nos selos cilíndricos são padrões geométricos e inscrições em script cuneiforme.
 
 
Se olharmos para os registros arqueológicos, descobriremos que os arqueólogos descobriram tantos selos cilíndricos quanto tabuas de argila em que foram impressos.
 
Existem numerosos selos cilíndricos em museus ao redor do mundo.
 
O Museu de Bagdá, por exemplo, tem uma coleção de 7.000 selos cilíndricos, embora a maioria deles tenha sido saqueado quando Bagdá caiu nas mãos das tropas dos EUA em 2003.
 
Estas valiosas peças arqueológicas ainda não foram recuperadas.