A grande pirâmide da China - A maior e mais antiga do planeta ?

22/06/2016 15:00

A história por trás da Grande Pirâmide de China está além do que podemos imaginar. Durante anos, o governo não tem permitido estudos adequados serem executados nas inúmeras pirâmides perto da cidade de Xi'an.

 
Excursões conseguiram esgueirar-se na área onde as pirâmides estão, e com isso  descobriram numerosas anomalias, como um material metálico que não pode ser identificado pelos pesquisadores. As pirâmides são acreditadas á terem mais de 8.000 anos de idade.
 

 

 

Seria a Pirâmide da China uma das maiores do planeta? De acordo com muitos, uma das pirâmides mantida em segredo por anos na China é tão grande que a "Grande Pirâmide de Gizé" parece ser um monumento em miniatura.
 
A história das pirâmides chinêsas começou no final da Segunda Guerra Mundial, quando piloto norte-americano James Gaussman estava prestes a completar uma missão de reabastecimento para as forças do exército chinês.
 
De repente, uma falha no motor da aeronave o obrigou a voltar para a base de "Assam" localizada no norte da Índia, e por razões de segurança, ele decidiu voar a uma altitude inferior.
 
 
Pouco depois de voar sobre a cidade de Xi'an, rumo a sudoeste, o piloto encontrou o que parecia ser uma pirâmide gigantesca.
 
Surpreso, depois de fazer várias passagens sobre a estrutura incomum, ele decidiu tirar uma série de fotografias, que mais tarde incluiu num relatório detalhado, que foram entregues a seus superiores, logo que ele voltou para a base.
 
O incidente foi esquecido entre os arquivos da Força Aérea dos Estados Unidos até que 40 anos mais tarde, a "Grande Pirâmide da China" foi trazida de volta à luz através da obra do escritor australiano Brian Crowley, que publicou uma das fotos da pirâmide em seu livro .
 
 
Como resultado, sabia-se que esta não foi a primeira vez que os pilotos viram a enorme estrutura chinesa. De fato, durante o mês de março, quando a guerra já tinha acabado, o New York Times publicou um artigo de referência baseada na observação feita pelo coronel Maurice Sheehan de seu avião, quando sobrevoou uma pirâmide gigantesca, descrita pelo coronel Maurice Sheehan com as dimensões aproximadas de 300 metros de altura e 450 metros de cada lado.
 
É importante mencionar que estas dimensões faria a Pirâmide da China a maior já descoberta na Terra, superando a Grande Pirâmide de Gizé com apenas 147 metros de altura, e 320 metros de largura.
 
 
Ainda mais fascinante é o fato de que a Grande Pirâmide do Egito tem cerca de 52.900 metros quadrados, a 'Grande Pirâmide de China' excede o número com um escalonamento de 202.000 metros quadrados.
 
Ao longo dos anos, vários pilotos afirmaram ter observado pirâmides gigantes na China, e há uma grande quantidade de imagens de pilotos e satélites que sustentam a existência das estruturas misteriosas na Ásia.
 
 
No entanto, inexplicavelmente, as autoridades chinesas rejeitaram a existência de tais monumentos.
 
No início dos anos vinte, os exploradores e comerciantes, como os cidadãos alemães Frederick Schroeder e Oscar Maman, têm testemunhado a presença de não apenas uma, mas várias pirâmides localizadas ao redor da cidade chinesa de Xi'an.
 
 
Mas o mistério por trás da pirâmide da China é ainda mais fascinante. Segundo relatos, várias excursões europeias conseguiram levar amostras de objetos e metais que estavam em torno das pirâmides de China. A análise mostrou que essas estruturas podem ser bem mais antigas do que o previsto, e ter bem mais de 8.000 anos de idade, mas o detalhe mais fascinante não é a idade das Pirâmides: Curiosamente, o material metálico presente nas pirâmides não foram identificados até agora; uma vez que é feita a partir de materiais que são desconhecidos para a ciência moderna.