A Atlântida do Mediterrâneo : Mergulhadores na Croácia encontram os restos de estrada antiga

13/09/2016 09:06

Uma descoberta fascinante foi feita por exploradores submarinos perto de Split, quando tropeçaram em uma estrada afundada que foi apelidada de Atlântida de Split. Outras missões de mergulho estão previstas para explorar a área. Os pesquisadores não têm certeza quanto a cultura ou onde a estrada afundada leva.

 
 
 
Parece que o Mar Adriático é muito mais interessante do que se pensava anteriormente. A descoberta notável apelidada de "Atlântida de Split" certamente irá inflamar o interesse em novas explorações na região.
 
No meio do canal de Brač, a uma distância de duas milhas a partir de Split, cerca de 20 metros abaixo da superfície do mar, exploradores submarinos descobriram os restos de uma fascinante estrada antiga .
 
 
De acordo com relatórios da HRT, a descoberta foi feita por mergulhadores do clube de exploradores submarinos de 'Mornar' a partir de Split, Croácia.
 
Acontece que os mergulhadores não foram sequer a procura de Atlântida. O grupo de exploradores submarinos foram em busca dos restos de um afundada balsa alemã que datava da Segunda Guerra Mundial quando inesperadamente algo que se assemelhava a uma estrada surgiu .
 
 
Falando sobre a descoberta Petra Hrnjak, da "PIK Mornar" em Split, disse: "Na minha opinião, não é um fenômeno natural, a estrada realmente se parece com algo feito por varias pessoas. Os blocos de pedra são retangulares, e realmente parece parte de uma antiga estrada".
 
O grupo de mergulhadores têm chamado a sua descoberta de "Atlântida de Split".
 
Mergulhadores dizem que a estrada é surpreendentemente longa e prolonga-se por mais de um quilômetro. Ela passa por meio do canal e faz uma curva suave no sentido a cidade de Supetar. Mergulhadores da "PIK Mornar" especulam que esta poderia ser uma estrada que ligava Split e Supetar em Brac, em algum momento no passado distante.
 
Mas mesmo antes dos exploradores submarinos tropeçarem na fascinante estrada afundada, lendas sobre ela já existiam.
 
A lenda da estrada afundado já existe há mais de dez anos - diz Ivan Bronzović de PIK Mornar.
 
Desde que a descoberta foi feita longe do continente, não está claro o que a estrada pode ter ligado no passado distante, ou que tipo de cultura antiga pode ter construído ela. É muito provável que as futuras expedições de mergulho vão descobrir o que exatamente está acontecendo.
 
 
No entanto, os especialistas continuam cautelosos dizendo que mais pesquisas precisam ser feitas no local a fim de confirmar se é uma descoberta arqueológica ou o resultado de forças naturais. Os membros da PIK Mornar dizem que se isso for o resultado de forças naturais, será a primeira vez que eles se deparam com algo como blocos de pedra precisamente encaixadas por forças da natureza.
 
A estrada afundada tem sete metros de largura, e é feita de blocos precisamente empilhados.
 
Esperemos que, nos próximos meses, vamos descobrir mais sobre a estrada afundada, para onde ela leva, e o que mais pode estar lá em baixo. Fique atento, afinal de contas; mergulhadores podem ter encontrado a Atlântida do Mediterrâneo.