A 1.500 anos-luz de distância da Terra, poderia haver uma megaestrutura alienígena diz Dr. Michio Kaku

03/06/2016 11:19
 
 
 
A KIC 8462852 é a estrela que todo mundo está falando, já que ninguém pode explicar os padrões irregulares de luz que vêm da estrela localizada 1.500 anos-luz de distância da Terra. Muitos pesquisadores têm especulado o que poderia provocar as quedas enigmáticas de luz que são diferentes de tudo que ja foi visto antes.
 
Curiosamente, durante uma entrevista o Dr. Michio Kaku disse que poderíamos estar olhando uma construção de uma megaestrutura alienígena em torno da estrela .
 
Uma estrela designado como KIC 8462852 criou uma grande confusão entre os pesquisadores em todo o mundo. O escurecimento mistério da estrela KIC 8462852 alimentou uma intensa investigação com dezenas de cientistas, que têm tentado desesperadamente explicar o que faz com que aconteça as alterações misteriosas de luz.
 
Muitas pessoas concordam que uma "Megaestrutura Alienígena" gigante criado por uma civilização alienígena altamente sofisticada pode ser uma das explicações. Até agora, os pesquisadores propuseram uma série de outras explicações, mas nenhum deles parece satisfazer o mistério por trás da estrela. Ainda hoje, os astrônomos não conseguem descartar a presença de misteriosas "megaestruturas alienígenas" ao redor de estrela KIC 8462852 - localizado aproximadamente na constelação de Cygnus.
 
E enquanto os cientistas estão debatendo se nós estamos olhando para enxames de cometas gigantes, mega-estruturas alienígenas, ou meros erros de processamento de dados, o físico teórico Michio Kaku acredita que a megaestrutura em potencial em torno da estrela mistériosa poderia ser "o maior acontecimento da história ja vista nos últimos quinhentos anos!"
 
Segundo o Dr. Kaku, "esta estrela está quebrando todas as regras" e "nós teríamos que reescrever os livros de astronomia" !!!
 
"Basicamente, se um planeta eclipsa uma "Estrela Mãe", ela passa em frente dessa "Estrela Mãe", causando uma queda de luz de talvez um porcento no máximo, no entanto a luz das estrelas vem caindo aos vinte e dois porcento", Dr. Kaku explicou em uma entrevista.
 
"Há um colossal objeto de algum tipo bloqueando a luz desta estrela. Nós já descartamos todos os suspeitos mais provaveis; planetas, cometas, asteróides e a única coisa que resta é uma superestrutura alien de algum tipo".
 
.
 
"Nós estamos falando sobre o que é chamado de "Civilização Tipo 2" que poderia construir uma gigantesca esfera [Dyson Sphere] possivelmente maior do que Júpiter, para absorver a luz das estrelas, e produzir energia [...]", acrescentou o Dr. Kaku.
 
Até agora os cientistas continuam a acompanhar a estrela mistério que exibe centenas de mergulhos anômalos na luz . Misteriosamente, essas quedas não parecem ser periodicas em tudo, e têm estranhas formas também. Os pesquisadores concordam que é quase impossível que os estranhos mergulhos na luminosidade das estrelas são causadas por planetas, uma vez que poderia causar um padrão de escurecimento que se repetiria regularmente, algo que não está acontecendo em KIC 8462852.
 
Os pesquisadores acreditam que dois ou três anos de observações contínuas usando o "Las Cumbres Observatory Global Network Telescope" (LCOGT), provavelmente poderia permitir que a equipe identificasse o material em torno KIC 8462852, e resolver um dos maiores mistérios astronômicos do século 21.
 
O interesse da mídia na estrela mistériosa se tornou viral quando um grupo de astrônomos da Universidade Estadual da Pensilvânia publicou um estudo que afirmou: "curva de luz bizarra" KIC 8462852 consistente em um enxame de mega-estruturas alienígenas.